Busca avançada
Ano de início
Entree

Da distinção fregeana entre conceito e objeto e sua repercussão semântica

Processo: 16/25920-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 12 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - Lógica
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marco Antonio Caron Ruffino
Beneficiário:Leandro Bortolotto Camargo
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Conceitos (lógica)   Objeto   Filosofia da linguagem   Nomes próprios

Resumo

Em Begriffsschrift (1879), Frege, ao substituir as noções gramaticais de sujeito e predicado pelas noções lógicas de argumento e função, deu um passo fundamental em direção à correta regimentação de sentenças de tal modo a explicitar os aspectos relevantes à determinação da validade de argumentos em que elas figuram. Tal distinção, nessa obra, diz respeito tão-somente ao plano linguístico. Em obras posteriores, no entanto, sobretudo em Funktion und Begriff (1892), a distinção é aprofundada na direção de uma cisão semântica radical de tais expressões linguísticas - cisão esta que refletiria, também, uma distinção ontológica -, a saber, a cisão entre entidades saturadas, chamadas objetos e designadas por nomes próprios, e entidades insaturadas, chamadas conceitos e designadas por predicados de primeira ordem. Posteriormente, ao introduzir a distinção entre sentido e referência, mais explicitamente tematizada e desenvolvida em Über Sinn und Bedeutung (1892), a questão acerca do conteúdo semântico de nomes próprios e, sobretudo, de expressões funcionais (em particular, de predicados), torna-se particularmente complexa. Impõe-se, diante disso, debruçar-se sobre a questão acerca de qual é, precisamente, o conteúdo semântico de nomes próprios e de expressões funcionais, tanto no que diz respeito às suas respectivas referências como no que diz respeito aos seus respectivos sentidos, bem como investigar como isso se coaduna com a distinção fundamental entre objetos e conceitos, que orienta toda a empreitada filosófica fregeana. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.