Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da resistência de descontinuidades rugosas por ensaios de cisalhamento direto de força normal constante e rigidez normal constante

Processo: 17/06651-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2017
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Civil - Geotécnica
Pesquisador responsável:Marcos Massao Futai
Beneficiário:Lucas Daniel Sales Veloso
Instituição-sede: Escola Politécnica (EP). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Cisalhamento   Resistência ao cisalhamento   Ensaios de cisalhamento

Resumo

As descontinuidades como diáclases, juntas, acamamento, xistosidade, zonas de alteração ou de falhas reduzem a resistência ao cisalhamento do maciço rochoso (Hoek & Brown, 1980) e (Barton, 1986). Em geral, essa redução de resistência afeta a estabilidade de escavações, localizadas em um maciço rochoso. Quando um bloco de rocha entra em situação de cisalhamento, ocorre uma dilatância na direção perpendicular ao plano da descontinuidade e uma deformação neste plano. As descontinuidades, sendo menos resistentes que a rocha intacta, podem acomodar a deformação apenas até um limite, após o qual a estrutura sofre ruptura. A resistência ao cisalhamento de descontinuidades pode ser determinada por ensaios de cisalhamento direto (Muralha et al., 2014). Na maioria dos casos, esses ensaios são realizados sob força normal constante (FNC), entretanto este método simula apenas algumas situações específicas na mecânica das rochas, como taludes em rocha sem suporte ou estruturas em rocha com liberdade de dilatância. Para casos mais gerais nos quais as condições de contorno restringem a dilatância durante o cisalhamento, como túneis onde as rochas são confinadas ou taludes com suporte, os ensaios de rigidez normal constante (RNC), são mais adequados (Leichnitz, 1885). O objetivo deste trabalho é avaliar a resistência mecânica estrutural sob condições de contorno de FNC e RNC e comparar o comportamento das estruturas nos dois casos. (AU)