Busca avançada
Ano de início
Entree

Íntrons e inferência filogenética baseada em SSUrDNA de Hyalosphaeniidae (Amoebozoa: Arcellinidae)

Processo: 17/09882-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Pesquisador responsável:Daniel José Galafasse Lahr
Beneficiário:Samuel Pereira Junior
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Filogenia   Íntrons   Diversidade genética

Resumo

O principal objetivo desse estudo é a reconstrução da história filogenética de Hyalospheniidae, baseada em SSU rDNA. Anteriormente, as reconstruções mais compreensivas foram baseadas em outro marcador, a Cox1, ou Citocromo c oxidase 1. Assim, nossos objetivos incluem comparar a diversidade genética com a morfológica das espécies estudadas, além de determinar o "ponto de entrada" do íntrons na história filogenética dessa família. A motivação para esse estudo foi a falta de consenso na árvore filogenética de Hyalospheniidae, além da obtenção de novos dados, como os íntrons encontrados nos sequenciamentos em células únicas de organismos dessa família. A importância do estudo se dá na possibilidade de esclarecer o papel de íntrons na resolução de árvores filogenéticas, utilizando essa família de Arcellinida como modelo. Nós possuímos atualmente de 41 SSUs sequenciadas de Hyalospheniidae e 139 imagens das amostras. O sequenciamento foi feito utilizando células únicas, permitindo dados moleculares com maior veracidade. Os próximos passos do estudo incluem a reconstrução filogenética utilizando esses novos dados, seguida pela análise morfométrica e posteriormente pela análise das distâncias genéticas. Tais procedimentos serão efetuados seguindo protocolos bem estabelecidos no Laboratório de Protistologia Evolutiva. (AU)