Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de efeitos genéticos dos polimorfismos das metalotioneínas MT3 e MT4 sobre as concentrações plasmáticas de chumbo em trabalhadores expostos ao metal

Processo: 17/05102-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise Toxicológica
Pesquisador responsável:Gustavo Rafael Mazzaron Barcelos
Beneficiário:Evelise Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/06033-8 - Integração de ferramentas ômicas para o estudo de modelos multivariados nas interações gene-ambiente em população expostas a metais tóxicos, AP.JP
Assunto(s):Chumbo   Toxicidade   Metalotioneína   Polimorfismo genético   Interação gene-ambiente

Resumo

Existe uma grande variação nas concentrações dos biomarcadores e toxicidade do chumbo (Pb), apesar de níveis semelhantes de exposição e isto é hipoteticamente relacionado as diferenças genéticas nas enzimas que metabolizam o metal. Entretanto, muito pouco se sabe a respeito dos efeitos genéticos sobre o metabolismo e toxicidade induzida pelo Pb. Sendo assim, o presente projeto tem por objetivo avaliar as interações gene-metal em trabalhadores de fábricas de baterias automotivas expostos ao Pb. Para tal, concentrações de Pb serão determinadas em plasma pelo uso de um espectrômetro de massas com plasma acoplado indutivamente. Avaliação dos polimorfismos das metalotioneínas 3 e 4 (MT3 e MT4) será realizada pela metodologia TaqMan (RT-qPCR) a fim de avaliar efeitos genéticos sobre o metabolismo do metal. Sendo assim, espera-se que os resultados obtidos auxiliem para uma melhor compreensão das interações entre o metal e estas variantes genéticas, uma linha de pesquisa ainda incipiente no país, porém muito promissora denominada de "interações gene-ambiente". (AU)