Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação dos efeitos da estimulação elétrica da via perfurante sobre a função de reconhecimento de objetos em ratos

Processo: 17/05184-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Andre Schwambach Vieira
Beneficiário:Breno Pedroni
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Epilepsia do lobo temporal   Hipocampo   Estimulação elétrica   Modelos animais   Neurofisiologia

Resumo

A epilepsia mais frequente em adultos é a epilepsia do lobo temporal mesial (ELTM), sendo a morte dos neurônios piramidais hipocampais o achado neuropatológico mais comumente encontrado nesta condição. Uma abordagem comumente utilizada para se melhor compreender a ELTM humana é a utilização de modelos animais. Um modelo de estudo da ELTM em ratos consiste na estimulação elétrica da via perfurante, por um período de 8 horas consecutivas, com o animal desperto. Este modelo consegue induzir lesões com aspectos morfológicos muito semelhantes aqueles observados na ELTM humana, mantendo a degeneração neuronal restrita ao hipocampo. Porém, para que os animais consigam sobreviver ao período prolongado de estimulação deste modelo, se faz necessário um pré-condicionamento, por estimulação da via perfurante, durante dois dias consecutivos. Os mecanismos exatos que são induzidos no sistema hipocampal após este pré-condicionamento ainda não são conhecidos, mas provavelmente envolvem uma resposta neuronal inibitória que contrabalanceia a atividade excitatória. O hipocampo está associado com diversas funções cognitivas, em especial aquelas relacionadas a memória explícita - ou declarativa. Desta forma, possivelmente o pré-condicionamento deve impactar funções cognitivas desempenhadas pelo sistema hipocampal. O objetivo do presente projeto é avaliar se o pré-condicionamento do modelo de estimulação elétrica da via perfurante resulta em alterações de função do hipocampo. Para isso, será testado o desempenho de ratos Wistar no teste de reconhecimento de objetos após o pré-condicionamento por estimulação elétrica da via perfurante, sendo estes dados comparados aqueles obtidos de animais controle, não estimulados. Estes dados podem indicar possíveis mecanismos que expliquem por que o pré-condicionamento é necessário para a indução de atrofia hipocampal no modelo da estimulação elétrica da via perfurante. (AU)