Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos músculos quadriceps femoris de cães diagnosticados com displasia coxofemoral após o uso da plataforma vibratória

Processo: 17/02795-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sheila Canevese Rahal
Beneficiário:Mayara Viana Freire Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/01445-0 - Análise de dados de cinética em cães depois tratamento paliativo de displasia coxofemoral usando vibração de corpo inteiro, BE.EP.MS
Assunto(s):Reabilitação (terapêutica médica)

Resumo

Plataformas vibratórias são equipamentos usados principalmente em fisioterapia em pacientes humanos, produzindo oscilações vibratórias em todo corpo. Para o emprego da plataforma vibratória na reabilitação de cães com doenças degenerativas articulares (ex. displasia coxofemoral) e/ou outras afecções musculo-esqueléticas torna-se necessário pesquisar as possíveis influências da plataforma vibratória no ganho de massa muscular dos músculos quadriceps femoris e como tratamento paliativo de tais afecções. Deste modo, o presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos de longa duração da plataforma vibratória nos músculos quadriceps femoris de cães diagnosticados com displasia coxofemoral. Para tanto, serão utilizados no mínimo 10 cães adultos, de porte médio a grande, diagnosticados com displasia coxofemoral. Os cães serão submetidos ao teste da plataforma três vezes por semana durante 16 semanas. O teste será realizado com frequência de 30 Hz por 5 minutos, seguidos de aumento da frequência para 50 Hz por 5 minutos e terminando na frequência de 30 Hz por 5 minutos, sem descanso. A análise cinética utilizando a plataforma de pressão, a eletromiografia de superfície e a mensuração dos músculos quadriceps femoris serão realizados antes do uso da plataforma vibratória, e repetidas na oitava e na 16a semana de uso da plataforma vibratória. Os exames hematológicos e de bioquímica sanguínea sérica serão realizados antes do inicio do uso da plataforma vibratória e repetido a cada quatro semanas até o final do tratamento. Os resultados serão analisados estatisticamente, usando o teste T pareado e análise de variânciapara amostras repetidas. Diferenças serão consideradas estatisticamente significantes com p < 0,05. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GOMES, Mayara Viana Freire. Avaliação dos músculos quadriceps femoris de cães diagnosticados com displasia coxofemoral após o uso de plataforma vibratória. 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.