Busca avançada
Ano de início
Entree

Aspectos da angiogênese na Anemia Falciforme: o papel das plaquetas

Processo: 17/11601-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Nicola Amanda Conran Zorzetto
Beneficiário:Fernanda Camila Zauli Fabris
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/00984-3 - Doenças dos glóbulos vermelhos: fisiopatologia e novas abordagens terapêuticas, AP.TEM
Assunto(s):Hematologia   Anemia falciforme   Angiogênese   Plaquetas sanguíneas   Apoptose   Células endoteliais da veia umbilical humana   Modelos animais

Resumo

A Doença Falciforme (DF) é causada por uma mutação genética, onde ocorre a substituição de um único aminoácido da cadeia da ²- globina, levando à formação de uma hemoglobina anômala conhecida como hemoglobina S. Em situações de baixas concentrações de oxigênio a hemoglobina se polimeriza, levando as hemácias a assumir um formato alongado, como de uma foice, em um evento conhecido como falcização. A angiogênese é o processo pelo qual ocorre a formação de novos vasos a partir de vasos pré-existentes. Há evidencias de que as plaquetas sirvam como reservatórios de fatores envolvidos na inflamação e na angiogênese. Pacientes com DF no geral apresentam níveis elevados de fatores angiogênicos, indicando um estado pró-angiogênico nestes indivíduos. Além disso, estudos preliminares demonstram que as plaquetas de pacientes falciformes circulam em estado ativado na circulação sanguínea. Sendo assim, o objetivo deste projeto será avaliar o papel das plaquetas nas diferentes etapas da angiogênese, através de estudos proliferação, apoptose, migração e formação de estruturas do tipo capilares utilizando-se células endoteliais humanas de cordão umbilical (HUVEC) em cultura com plaquetas de pacientes com DF. Também, será avaliada a relação entre a ativação plaquetária em indivíduos falciformes e as diferentes etapas da angiogênese e uma possível relação das plaquetas na neovascularização in vivo, a partir de experimentos de plug de matrigel em camundongos falciformes. Este estudo busca contribuir para uma maior compreensão do papel das plaquetas no processo angiogênico, colaborando assim para um maior entendimento do angiogênese e suas implicações para DF. (AU)