Busca avançada
Ano de início
Entree

A presença da literatura francesa na empresa de tradução de B. L. Garnier e sua contribuição para a configuração do repertório literário no Brasil (1870-1880)

Processo: 17/12113-5
Modalidade de apoio:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literatura Brasileira
Pesquisador responsável:Lucia Granja
Beneficiário:Valéria Cristina Bezerra
Supervisor: Alain Gerard Pierre Vaillant
Instituição Sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Local de pesquisa: Université Paris Ouest Nanterre La Défense (Paris 10), França  
Vinculado à bolsa:16/19061-8 - A atividade de b. l. Garnier na publicação de traduções de romances e seu impacto na literatura em circulação no Brasil (1870-1880), BP.PD
Assunto(s):Século XIX   Tradução
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:B | Garnier | -L | mercado livreiro | Recepção crítica | Século XIX | Tradução | Literatura brasileira do século XIX

Resumo

Baptiste-Louis Garnier, livreiro-editor francês em exercício no Rio de Janeiro no século XIX, contribuiu para a conformação do ambiente literário no Brasil. Esse livreiro-editor fomentou a convivência entre obras nacionais brasileiras e livros vindos do exterior, oferecendo ao público produções locais juntamente com traduções, em geral de origem francesa. Garnier era frequentemente saudado pelos jornalistas, críticos e literatos pelo seu trabalho de editor de livros nacionais e de traduções, os quais, independentemente de sua origem, colaboravam com a consolidação da literatura no Brasil, de acordo com as declarações dos homens de letras. Dessa forma, faz-se importante considerar o papel das obras estrangeiras na literatura em circulação no Brasil no século XIX e seu impacto na constituição das letras no país. Esse aspecto foi ignorado pelas histórias literárias brasileiras, que se limitaram a apreciar as obras e autores estrangeiros enquanto "influência" para a formação dos escritores brasileiros do período. No entanto, a literatura brasileira do século XIX manteve uma relação constante com a produção estrangeira, a qual significava não apenas uma fonte de diálogo para a elaboração do discurso literário no Brasil, mas também uma oportunidade de exercício profissional para os escritores e um aporte para a configuração do repertório literário no país, cuja composição não se restringia às criações dos escritores brasileiros e contava também com obras estrangeiras. Este projeto tem como objetivo compreender o impacto da literatura francesa na literatura em circulação no Brasil através do estudo, no contexto de origem, das obras que foram em seguida traduzidas e publicadas por Baptiste-Louis Garnier na década de 1870 no Brasil.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)