Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de marcadores genéticos e qualidade de vida em mulheres com carcinoma de ovário

Processo: 16/22335-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2020
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Priscila Gava Mazzola
Beneficiário:Amanda Canato Ferracini
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/00070-2 - Avaliação do gene EPHA5 nos efeitos da neuropatia periférica induzida pelo paclitaxel em neurônios sensoriais derivados de células-tronco pluripotentes induzidas, BE.EP.DR
Assunto(s):Marcadores genéticos   Segurança do paciente   Saúde da mulher   Neoplasias ovarianas   Qualidade de vida

Resumo

O carcinoma de ovário é a quinta causa de morte referente a neoplasias malignas em mulheres. Deste modo, nos últimos anos, esforços vêm sendo realizados para demostrar que marcadores genéticos, como os polimorfismos, herdados por mulheres com carcinoma de ovário podem predizer na resposta, resistência e toxidade à quimioterapia com derivados da platina e paclitaxel e a sobrevida. Além disso, no carcinoma de ovário, a cirurgia e a quimioterapia alteram a qualidade de vida. Os objetivos deste estudo são avaliar 1) a associação entre marcadores genéticos herdados em mulheres com carcinoma de ovário com a resposta quimioterapia e reações adversas com carboplatina e paclitaxel, sobrevida livre de progressão, sobrevida global; 2) e nos casos novos, avaliar a relação entre as variáveis acima citadas e a qualidade de vida. Para esse estudo de coorte observacional serão incluídas pacientes com carcinoma de ovário atendidas no Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti - Centro de Atenção Integral a Saúde da Mulher (CAISM) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) que receberem carboplatina e paclitaxel como tratamento da doença. Para o objetivo 1) serão incluídas amostras de soro e plasma do sangue de 136 mulheres com carcinoma de ovário mediante a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido do Biobanco do Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (CAISM-UNICAMP) (CONEP B-056). Os marcadores genéticos correspondentes a polimorfismos de detoxificação, de reparo de DNA, relacionados a apoptose celular, e angiogênese serão analisados por meio de PCR e digestão enzimática ou PCR em tempo real. Todas as toxicidades detectadas serão documentadas e classificadas segundo sua gravidade. Para o objetivo 2) será aplicado um questionário de qualidade de vida nas mulheres com carcinoma de ovário atendidas como casos novos e que iniciarão quimioterapia com carboplatina e paclitaxel. O questionário será aplicado antes da quimioterapia, no quarto e no sexto ciclo e um ano após o termino da quimioterapia. Os dados demográficos e clínicos das participantes do estudo serão obtidos através do prontuário. Os dados adquiridos e anotados na ficha de coleta serão transferidos para planilhas eletrônicas tipo Microsoft Excel. Os dados serão analisados através do pacote estatístico R. O nível de significância assumido será de 5%. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.