Busca avançada
Ano de início
Entree

O bem-estar do macho suíno interfere na qualidade dos gametas

Processo: 17/05604-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 09 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Adroaldo Jose Zanella
Beneficiário:Thiago Bernardino de Almeida
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):19/11026-7 - O bem-estar do macho suíno influência na qualidade dos gametas, BE.EP.DR
Assunto(s):Epigênese genética   Suínos

Resumo

Em criações comerciais os machos suínos são frequentemente expostos a situações estressantes, tais como alojamento individual, temperatura ambiental inadequada, restrição alimentar, ausência de interação social, doenças, entre outras. As consequências de tais situações para o bem-estar dos reprodutores e também possíveis alterações causadas na qualidade do sêmen são desconhecidas. Alterações epigenéticas no sêmen são responsáveis por alterar o metabolismo e comportamento da prole, inclusive por gerações seguintes, modulando assim a resiliência dos animais e, consequentemente, o bem-estar. Acetilação de histonas, metilação de DNA e a população de micro RNAs no sêmen são os alvos de estudo por serem os possíveis responsáveis por essa hereditariedade e modulação comportamental e fisiológica. A fêmea também tem papel extremamente importante na modulação da prole. O período pré-natal e neonatal pode influenciar no comportamento, fisiologia, resiliência da prole. O macho é um modelo único pois ele não possui uma interação com a prole, então quaisquer alterações transmitidas a sua prole se dão através de suas células germinativas. O suíno é um modelo comparativo para estudos, pois sua fisiologia se assemelha muito ao humano. Nosso objetivo é mensurar o impacto da restrição de movimentos e frustração comportamental (alojamento em celas de gestação) e também a simulação de um desafio doença (exposição com LPS) no bem-estar do macho e possíveis alterações na qualidade seminal e no epigenoma. (AU)

Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (3 total):
Rural Pecuária: USP: Qual o impacto do bem-estar de suínos machos na cognição e emoção da prole? (25/Out/2019)
Compre Rural: Pesquisa quer mostrar impacto do bem-estar em suínos (21/Out/2019)
Agência USP de Inovação: Qual o impacto do bem-estar de suínos machos na cognição e emoção da prole? (21/Out/2019)