Busca avançada
Ano de início
Entree

Doses de fósforo associadas à inoculação com diferentes bactérias promotoras de crescimento de plantas na cultura do milho

Processo: 17/01881-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Marcelo Carvalho Minhoto Teixeira Filho
Beneficiário:Nathália Cristina Marchiori Pereira
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Ilha Solteira. Ilha Solteira , SP, Brasil
Assunto(s):Azospirillum brasilense   Bacillus subtilis   Pseudomonas fluorescens   Fósforo   Nutrição vegetal

Resumo

Os adubos fosfatados são aplicados em grandes quantidades no cultivo de milho, apesar de sua baixa exigência pelas plantas quando comparado ao nitrogênio e ao potássio. O fósforo é um dos nutrientes mais limitantes ao desenvolvimento deste cereal, especialmente em solos tropicais que apresentam, em geral, baixo teor de P disponível e predominância de acidez. Por este motivo, visando uma agricultura mais sustentável, o uso de bactérias com capacidade de solubilizar o fósforo indisponível e promover o crescimento das plantas, especialmente de raízes, pode aumentar a eficiência da adubação fosfatada, parece ser uma alternativa interessante à agricultura atual, carecendo de pesquisas. Dessa forma, o objetivo desta pesquisa será avaliar a eficiência agronômica de doses de fósforo associadas à inoculação com Azospirillum brasilense, Pseudomonas fluorescens ou Bacillus subtilis, além da concentração de nutrientes foliar, e componentes de produção e produtividade de grãos de milho, em região de Cerrado. O experimento será desenvolvido em área experimental pertencente à Faculdade de Engenharia de Ilha Solteira - UNESP, em Selvíria - MS, em um Latossolo Vermelho Distrófico de textura argilosa. O delineamento experimental será em blocos ao acaso com quatro repetições, dispostos em um esquema fatorial 4 x 5, sendo: 4 tipos de inoculação (com A. brasilense, com P. fluorescens, com B. Subtilis e sem inoculação) e 5 doses de P2O5 (0; 17,5 kg ha-1 sendo 25% da dose recomendada; 35 kg ha-1 sendo 50% da dose recomendada; 70 kg ha-1 sendo a dose recomendada e 105 kg ha-1 sendo 150% da dose recomendada), aplicadas na linha de semeadura. Serão avaliados: o índice de clorofila foliar (ICF); concentrações de N, P, K, Ca, Mg, S, B, Cu, Fe, Mn e Zn na folha diagnose; alturas de planta e de inserção de espiga; componentes de produção; produtividade de grãos; eficiência agronômica; acúmulo de P na matéria seca da parte aérea ao final do ciclo e de P nos grãos; e o teor de P no solo na camada de 0 a 0,20 m, após a colheita da cultura, na linha de semeadura do milho. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
PEREIRA, NATHALIA CRISTINA MARCHIORI; GALINDO, FERNANDO SHINTATE; GAZOLA, RAISSA PEREIRA DINALLI; DUPAS, ELISANGELA; ROSA, POLIANA APARECIDA LEONEL; MORTINHO, EMARIANE SATIN; TEIXEIRA FILHO, MARCELO CARVALHO MINHOTO. Corn Yield and Phosphorus Use Efficiency Response to Phosphorus Rates Associated With Plant Growth Promoting Bacteria. FRONTIERS IN ENVIRONMENTAL SCIENCE, v. 8, APR 7 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.