Busca avançada
Ano de início
Entree

Para além do distributivismo: investigando a relação político-eleitor nas eleições proporcionais brasileiras

Processo: 17/05910-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Comportamento Político
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Glauco Peres da Silva
Beneficiário:Graziele Cristina Silotto
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/14525-6 - Instituições políticas, padrões de interação executivo-legislativo e capacidade governativa, AP.TEM
Assunto(s):Comportamento eleitoral   Clientelismo

Resumo

Este projeto de pesquisa pretende avançar sobre a compreensão de fatores negligenciados da relação entre políticos e eleitores em sistemas de representação proporcional de lista aberta, quando pensada pelos diagnósticos que se assentam sobre as motivações personalistas. A proposta é seguir novas perspectivas analíticas, que considerem a dimensão local das campanhas e os atributos pessoais dos candidatos para explorar o caso brasileiro, de forma a compreender as relações estabelecidas entre os atores do processo eleitoral - que possivelmente coexistem com a perspectiva distributivista. O objetivo é analisar as diferentes relações estabelecidas entre candidatos e eleitores nas eleições para a Câmara dos Deputados entre os pleitos de 2002 e 2018 e, assim, compreender quais estratégias são empregadas por partidos e políticos para a conquista do eleitorado. (AU)