Busca avançada
Ano de início
Entree

Normatividade e Política na Dialética Negativa de Theodor Adorno.

Processo: 17/13278-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de julho de 2017
Vigência (Término): 14 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia
Pesquisador responsável:Luiz Sérgio Repa
Beneficiário:Mariana Fidelis Jerônimo de Oliveira
Supervisor no Exterior: Rahel Simone Anna Jaeggi
Instituição-sede: Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (CEBRAP). São Paulo , SP, Brasil
Local de pesquisa: Humboldt University, Alemanha  
Vinculado à bolsa:16/15181-9 - Filosofia e Teoria Social: sobre o sentido político da utopia na Dialética Negativa de Theodor Adorno., BP.DR
Assunto(s):Teoria crítica

Resumo

A posição política de Adorno tem sido frequentemente discutida, uma vez que sua filosofia contém traços da crítica do capitalismo de origem marxista, mas, ao mesmo tempo, não apresenta nenhum tipo distinto de discurso prático. Especialmente a Dialética Negativa, de 1966, parece representar um aprofundamento desta lacuna política na obra de Adorno, na medida em que, desde seu início, ressalta uma recusa em relação a práxis e propõe em seu lugar uma autocrítica da filosofia. Como parte de um projeto de doutorado voltado a investigar a dimensão política da Dialética Negativa, a presente proposta de estágio internacional (BEPE) tem como objetivo melhor formular o problema filosófico da tese de doutorado em questão discutindo: 1) por um lado, a crítica do pensamento identitário que torna problemático qualquer afirmação de caráter normativo; 2) as consequências de tal crítica para a filosofia política contemporânea. Nos últimos anos, a Teoria Crítica de modo geral tem se dedicado a discussões sobre sua base normativa no sentido de justificar, em última instância, demandas de emancipação. O objetivo desta pesquisa é, portanto, estabelecer este debate contemporâneo a partir das ferramentas conceituais da Dialética Negativa, aproveitando todo o debate que acontece ao redor da pesquisa da Prof. Dr Rahel Jaeggi sobre normatividade na Teoria Crítica. Esta constituiria a primeira parte da tese de doutorado em questão e prepararia as posteriores, investigando a possibilidade de dar uma solução ao problema a partir do conceito de 'pensamento utópico'.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa: