Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações genéticas entre as larvas e os machos cuidadores da rã-de-cristal Hyalinobatrachium cappellei (Anura, Centrolenidae)

Processo: 17/07219-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 15 de setembro de 2017
Vigência (Término): 14 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Comportamento Animal
Pesquisador responsável:Cynthia Peralta de Almeida Prado
Beneficiário:Anyelet Valencia Aguilar
Supervisor no Exterior: Kelly Raquel Zamudio
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Rio Claro. Rio Claro , SP, Brasil
Local de pesquisa : Cornell University, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/05070-5 - Evolução do cuidado parental em rãs-de-vidro (Amphibia: Anura: Centrolenidae), BP.DR
Assunto(s):Repetições de microssatélites   Sapos   Parentesco   Região neotropical

Resumo

Estudos prévios em peixes e anuros evidenciaram que o parentesco entre a prole e os pais pode influenciar o grau de cuidados paternos e estratégias reprodutivas, devido aos custos do cuidado para os pais. Os machos da rã-de-vidro Hyalinobatrachium cappellei cuidam de suas desovas em seus territórios para protegê-los de patógenos e da dessecação. Aqui vamos desenvolver uma biblioteca de microssatélites para avaliar a relação entre o cuidado paternal e a porcentagem da contribuição genética do macho em cada desova. Espera-se que o macho cuidador seja o pai genético da prole, a fim de compensar os custos relacionados à perda de oportunidade de acasalamento e diminuição da ingestão de alimentos. Os resultados do nosso estudo fornecerão informações até agora pouco exploradas na literatura sobre estratégias comportamentais para compensar o investimento em cuidado parental em anuros neotropicais. (AU)