Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da efetividade da difusão de conhecimentos teórico-científicos de nutrição e alimentação saudável para alunos, residentes e profissionais da área da saúde da UNICAMP

Processo: 17/15382-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Licio Augusto Velloso
Beneficiário:Karla Morais Nogueira
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07607-8 - CMPO - Centro Multidisciplinar de Pesquisa em Obesidade e Doenças Associadas, AP.CEPID
Assunto(s):Educação nutricional   Fisiologia endócrina   Comportamento alimentar   Hábitos alimentares   Obesidade   Qualidade de vida   Pessoal de saúde   Saúde ocupacional

Resumo

Promover, reparar e cuidar da saúde da sociedade é, sobretudo, uma das maiores aspirações dos profissionais de saúde. Todavia, contra intuitivamente, o estilo de vida de grande parte desses profissionais não condiz com as recomendações e orientações feitas por eles mesmos aos seus pacientes. O estresse dos ambientes profissionais na área da saúde e a carga horária excessiva de trabalho favorecem a adoção de hábitos alimentares inadequados, resultando em ganho de peso e de gordura corporal. Tais fatos podem repercutir no potencial desenvolvimento de complicações metabólicas e contribuir para a má qualidade de vida dessas pessoas. Na tentativa de prevenir as doenças e complicações geradas por esse comportamento, os serviços de saúde geralmente criam departamentos especializados em saúde/medicina preventiva. Não obstante, o número de profissionais da área da saúde com sobrepeso e obesidade continua a aumentar e seus hábitos alimentares mantém-se inadequados, sem perspectiva de mudanças. Diante deste cenário, os objetivos deste estudo serão: (1) caracterizar o comportamento alimentar e o conhecimento sobre nutrição e alimentação da comunidade de alunos, residentes e profissionais da área da saúde da UNICAMP, (2) realizar atividades de educação nutricional com essa população-alvo e (3) determinar a efetividade dessa estratégia de difusão de conhecimento sobre a adoção de novos hábitos alimentares e capacidade de disseminação de novos conteúdos acerca de hábitos alimentares saudáveis. As variáveis quantitativas serão analisadas por teste t Student, enquanto que as variáveis qualitativas serão analisadas por teste Qui-Quadrado e Mann-Whitney. O nível de significância será de 5% (p<0,05). (AU)