Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção de anticorpos ANTI-Mycoplasma hyopneumoniae em suínos de criação de subsistência no Estado de São Paulo

Processo: 16/25813-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 20 de agosto de 2017
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Luís Guilherme de Oliveira
Beneficiário:Mariana Costa e Silva Figueiredo
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias (FCAV). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Jaboticabal. Jaboticabal , SP, Brasil
Assunto(s):Estudos soroepidemiológicos   Epidemiologia veterinária   ELISA   Fatores de risco

Resumo

A Pneumonia Enzoótica Suína é uma das enfermidades que mais causa impacto na suinocultura mundial, pois está amplamente disseminada, causa redução na conversão alimentar e predispõe ao complexo de doenças respiratórias dos suínos. Estudos relacionados à soroprevalência no rebanho suíno nacional ainda são escassos, em especial nas criações de subsistência, onde não há informações. Este tipo de criação é muito disseminada no país e seu status sanitário é desconhecido. Por isso, o objetivo deste estudo é averiguar a ocorrência de anticorpos anti-Mycoplasma hyopneumoniae em suínos de criações de subsistência no Estado de São Paulo. Para tal, serão colhidas amostras de soro sanguíneo de suínos adultos em 320 criatórios de subsistência, distribuídos em todo o território estadual. Realizar-se-á sorologia pelo método ELISA para detecção de anticorpos anti-Mycoplasma hyopneumoniae. O número de propriedades e de animais amostrados será determinado com prevalência mínima de criatórios infectados de 1 %, de animais infectados de 10%, nível de confiança e sensibilidade de 95%. Nas propriedades será aplicado questionário ao produtor e anotada a localização de coordenadas geográficas para investigação de fatores de risco. Os resultados obtidos no teste de ELISA serão utilizados para detectar a ocorrência da enfermidade e sua prevalência. Para a correlação entre os dados do questionário e a presença de animais reagentes será calculado a Odds Ratio e seu intervalo de confiança, e feita a análise univariada. Em caso de significância entre as variáveis será feita análise multivariada.