Busca avançada
Ano de início
Entree

Datação de dente fóssil de Notiomastodon platensis por ressonância do spin eletrônico

Processo: 17/10690-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica de Processos e Sistemas
Pesquisador responsável:Angela Mitie Otta Kinoshita
Beneficiário:Priscila Pegorin
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação. Universidade do Sagrado Coração (USC). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Fósseis   Datação   Cronologia   Ressonância paramagnética eletrônica   Espectroscopia de ressonância de spin eletrônica

Resumo

Notiomastodon platensis (=Stegomastodon platensis) é um mastodonte extinto, da família gomphotheriidae, cujos fósseis podem ser encontrados em algumas regiões do Brasil e em outros países da América do Sul. Constitui o gênero de mastodontes mais abundante e mais espalhado na América do Sul, no Pleistoceno. Fósseis de megamamíferos que viveram durante o Pleistoceno final na América do Sul são relativamente abundantes, portanto, as faunas que habitaram este continente são relativamente bem. Entretanto, é notável a falta de informações sobre as características cronológicas e paleoecológicas desses animais, úteis na compreensão do período de tempo em que o animal habitou uma determinada região. O método mais conhecido de datação é a datação por Carbono 14. Entretanto, apesar de ser amplamente utilizada, possui algumas limitações pois nem sempre há colágeno ou material orgânico suficiente na amostra para que a técnica seja aplicada. Assim, outros métodos de datação devem ser aplicados a amostras nessas condições. A datação por Ressonância do Spin Eletrônico (ESR) mostra-se útil na datação de materiais oriundos do Pleistoceno médio e início do Holoceno e já foi empregada com sucesso em diversos trabalhos envolvendo megafauna. Assim, pretende-se nesse projeto empregar a datação por ESR para o estudo de dois dentes de Notiomastodon platensis coletados no município de João Dourado, Bahia. O resultado deste projeto trará informações adicionais e inéditas sobre a cronologia e o período em que esses habitaram essa região. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.