Busca avançada
Ano de início
Entree

Fracionamento supercrítico dos fenólicos presentes na casca da Jabuticaba (Plinia cauliflora) e avaliação da digestibilidade e biodisponibilidade

Processo: 17/04231-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 15 de janeiro de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Nutrição
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Mário Roberto Maróstica Junior
Beneficiário:Helena Dias de Freitas Queiroz Barros
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/21003-9 - Avaliação do efeito benéfico de frações fenólicas, obtidas via fracionamento supercrítico, da casca de jabuticaba na obesidade e microbiota intestinal, BE.EP.DR
Assunto(s):Jabuticaba   Biodisponibilidade   Compostos fenólicos   Compostos bioativos

Resumo

O Brasil é um grande produtor mundial de frutas tendo metade da sua produção anual destinada ao processamento industrial e, sendo, portanto, responsável pela geração de resíduos não destinados a nutrição humana. A casca da Jabuticaba (Plinia cauliflora) representa cerca de 50 % do fruto e é considerada como resíduo; nela encontra-se uma grande quantidade de compostos fenólicos. Há um grande interesse no estudo destes resíduos devido à presença de fenóis residuais e a sua já documentada atividade antioxidante a qual depende do processo de extração utilizado. A extração com líquido pressurizado (PLE) consiste em um processo que combina a temperatura e pressão com solventes líquidos (mistura hidroalcoólica) para alcançar a extração rápida e eficiente de analitos a partir da matriz sólida. O fracionamento supercrítico permite o fracionamento de misturas líquidas por meio de separadores em série ajustados com diferentes condições de pressão. Para elucidar a significância dos polifenóis na saúde é essencial ter conhecimento da quantidade presente na dieta bem como a sua biodisponibilidade, ou seja, a fração do composto ingerido na alimentação que de fato é absorvido pelo organismo. Portanto, o presente trabalho objetiva avaliar a digestibilidade in vitro e biodisponibilidade in vivo de frações com diferentes composições fenólicas obtidas a partir da PLE e fracionamento supercrítico do extrato da casca da jabuticaba. Para isso, a casca de jabuticaba será liofilizada, quimicamente caracterizada e submetida ao processo de PLE ao fracionamento supercrítico para obtenção dos extratos fenólicos. Este extrato será avaliado quanto ao seu potencial antioxidante, submetido a análise de digestibilidade in vitro e estudo da biodisponibilidade in vivo. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARSON, GABRIELA VOLLET; SOARES DE CASTRO, RUANN JANSER; DA COSTA MACHADO, MARIANA TEIXEIRA; ZANDONADI, FLAVIA DA SILVA; DE FREITAS QUEIROZ BARROS, HELENA DIAS; MAROSTICA JUNIOR, MARIO ROBERTO; SUSSULINI, ALESSANDRA; HUBINGER, MIRIAM DUPAS. Proteolytic enzymes positively modulated the physicochemical and antioxidant properties of spent yeast protein hydrolysates. Process Biochemistry, v. 91, p. 34-45, APR 2020. Citações Web of Science: 0.
BARROS HELENA, D. F. Q.; BASEGGIO ANDRESSA, M.; ANGOLINI CELIO, F. F.; PASTORE GLAUCIA, M.; CAZARIN CINTHIA, B. B.; MAROSTICA-JUNIOR MARIO, R. Influence of different types of acids and pH in the recovery of bioactive compounds in Jabuticaba peel (Plinia cauliflora). Food Research International, v. 124, n. SI, p. 16-26, OCT 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.