Busca avançada
Ano de início
Entree

Relações co-filogenéticas entre malófagos (Insecta, Phthiraptera, Ischnocera) e seus hospedeiros Galbuliformes (Aves)

Processo: 17/02014-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de maio de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Zoologia - Taxonomia dos Grupos Recentes
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Carlos José Einicker Lamas
Beneficiário:Kamila Mayumi Duarte Kuabara
Instituição-sede: Museu de Zoologia (MZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/23584-9 - Relações co-filogenéticas entre malófagos (Insecta, Phthiraptera, Ischnocera) e seus hospedeiros Galbuliformes (aves), BE.EP.MS
Assunto(s):Entomologia   Phthiraptera

Resumo

Quando duas linhagens interativas estão intimamente associadas durante grande parte, ou toda sua diversificação, é possível assumir que a especiação de um dado grupo seja paralela a do outro. Esse modo de diversificação pode resultar em um padrão de história evolutiva compartilhada entre as duas linhagens, conhecida como co-especiação. Alguns fenômenos co-evolutivos como a troca de hospedeiro, especiação independente (duplicação), extinção, falha em colonizar os descendentes de uma linhagem em especiação ("missing the boat"), podem influenciar a estrutura de associação entre parasitos e seus hospedeiros. Os malófagos vivem todo seu ciclo associado a um único hospedeiro, e por isso estes insetos são amplamente utilizados como um modelo para estudos de co-evolução e sobre a relação parasito-hospedeiro. O objetivo deste projeto é reconstruir, por meio de ferramentas moleculares, a história co-filogenética entre as espécies dos gêneros Mayriphilopterus e Picicola (Phthiraptera, Ischnocera, Philopteridae) que parasitam aves da ordem Galbuliformes. O banco de dados para construir a filogenia dos hospedeiros será o de WITT (2004), e para os parasitos será extraído DNA genômico para amplificação de fragmentos de um gene mitocondrial (COI, 379 pb) e um nuclear (EF1-±, 379 pb). O material até o momento disponível para ser analisado é o mais representativo até então conhecido para os malófagos de Galbuliformes, o que garante resultados inéditos sobre o assunto. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.