Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da efetividade de tratamentos dessensibilizantes de aplicação em consultório quanto à condutância hidráulica

Processo: 17/02341-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Taís Scaramucci Forlin
Beneficiário:Fernanda Ellen Mercatelli Rebelo
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Dentística   Permeabilidade da dentina   Sensibilidade da dentina

Resumo

Diversos materiais dessensibilizantes vêm sendo lançados no mercado atualmente, mas ainda não há um consenso sobre qual seria o mais efetivo para o tratamento da hipersensibilidade dentinária (HD), especialmente frente aos desafios erosivos e abrasivos frequentemente presentes no meio bucal. Sendo assim, o objetivo desse estudo é comparar a habilidade dos seguintes tratamentos de consultório em relação a diminuição da permeabilidade dentinária: ClinproTM White Varnish, ClinproTM XT Varnish, TeethmateTM Desensitizer, Duraphat@, Desensibilize KF 2%, Desensibilize KF 2% + Clearfil SE Bond e um grupo controle (o qual não receberá tratamento) imediatamente após a aplicação e após uma ciclagem erosiva-abrasiva. Serão utilizados espécimes de dentina coronária de 1 mm de espessura, obtidos de molares humanos hígidos (n=10). Para simular a dentina hipersensível, os espécimes serão imersos em solução de EDTA (pH 7,4), por 5 min. Na sequência, eles serão submetidos a uma ciclagem erosiva-abrasiva de 5 dias, consistindo de 5 min de imersão em solução de ácido cítrico (0,3%, pH~2,6), seguida por 60 min de exposição à saliva artificial, 4 vezes ao dia. A abrasão por escovação será realizada duas vezes ao dia, por 15 s (totalizando 2 min de exposição total a suspensão dentifrício (convencional, com 1450 ppm F, como NaF)/saliva, 30 min após o primeiro e último desafios erosivos. A permeabilidade dentinária será avaliada por meio da condutância hidráulica após: a aplicação de EDTA (permeabilidade máxima), tratamentos e ciclagem. A porcentagem da permeabilidade em relação a permeabilidade máxima (%Lp) será calculada para cada grupo, nos tempos tratamento e ciclagem, e os dados serão analisados com o teste estatístico mais apropriado (±=0,05). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MACHADO, ALANA CRISTINA; MERCATELLI RABELO, FERNANDA ELLEN; MAXIMIANO, VINICIUS; LOPES, RAQUEL MARIANNA; CORREA ARANHA, ANA CECILIA; SCARAMUCCI, TAIS. Effect of in-office desensitizers containing calcium and phosphate on dentin permeability and tubule occlusion. Journal of Dentistry, v. 86, p. 53-59, JUL 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.