Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de sistemas de transporte de ferro em Caulobacter crescentus

Processo: 17/02127-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Marilis Do Valle Marques
Beneficiário:Naara Marcondes dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/04046-8 - Sistemas regulatórios da resposta bacteriana a estresses, AP.TEM
Assunto(s):Sideróforos   Regulação da expressão gênica   Caulobacter crescentus   Ferro

Resumo

Caulobacter crescentus é uma a ±-proteobacteria que vive em ambientes aquáticos e é modelo de estudo para o ciclo celular em procariotos, já que seu ciclo celular é assimétrico e resulta em duas células-filhas distintas. Ela também possui a característica de ser oligotrófica, e por isso pode colonizar ambientes com pouca disponibilidade de nutrientes e conteúdo de matéria orgânica, sofrendo constantemente com a carência nutricional. O ferro é abundante na superfície terrestre e pode ser encontrado na natureza em dois estados de oxidação: a forma ferrosa (Fe²+) e a forma férrica (Fe³+). Ao longo da evolução, os microrganismos foram desenvolvendo novas estratégias para captação do ferro. No caso de bactérias Gram-negativas, a absorção ocorre por meio de sideróforos que são pequenas biomoléculas capazes de se ligar aos íons de ferro extracelular e são posteriormente internalizadas por sistemas de transporte que compreendem proteínas de membrana externa, os receptores dependentes de TonB. Este processo é dependente da energia da força próton-motriz que é transmitida aos receptores através do sistema TonB-ExbB-ExbD. Assim, esse projeto propõe estudar os receptores dependentes de TonB e outros sistemas de transporte de ferro em Caulobacter crescentus. Para tal, pretende-se realizar a construção de mutantes nulos de genes codificando possíveis transportadores, e dos dois sistemas TonB codificados no genoma, e analisar seu fenótipo de utilização de sideróforos. Também será feita uma caracterização bioquímica do transportador de heme HutA para definir seus parâmetros de transporte e identificar os resíduos importantes para o reconhecimento de heme. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LEADEN, LAURA; SILVA, LARISSA G.; RIBEIRO, RODOLFO A.; DOS SANTOS, NAARA M.; LORENZETTI, ALAN P. R.; ALEGRIA, THIAGO G. P.; SCHULZ, MARIANE L.; MEDEIROS, MARISA H. G.; KOIDE, TIE; MARQUES, V, MARILIS. Iron Deficiency Generates Oxidative Stress and Activation of the SOS Response in Caulobacter crescentus. FRONTIERS IN MICROBIOLOGY, v. 9, AUG 28 2018. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.