Busca avançada
Ano de início
Entree

Vias de sinalização que influenciam o desenvolvimento de doenças inflamatórias como alvos terapêuticos

Processo: 17/08176-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de junho de 2017
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Bioquímica e Molecular
Pesquisador responsável:Rita de Cassia Aleixo Tostes Passaglia
Beneficiário:Emiliana Pereira Abrão da Costa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/08216-2 - CPDI - Centro de Pesquisa em Doenças Inflamatórias, AP.CEPID
Assunto(s):Transdução de sinais   Alvo terapêutico   Inflamação

Resumo

O CRID está dividido em nove diferentes grupos de trabalho (Work Packages ou WPs) que desenvolvem ações coordenadas em campos complementares da ciência e do conhecimento. Por exemplo, o WP1 realiza triagem genética de alto desempenho [HTS] para identificar genes e proteínas envolvidos na fisiopatologia de doenças inflamatórias; WP2 Investiga os processos biológicos envolvidos na indução, progressão e resolução da inflamação e doenças inflamatórias, utilizando diversos modelos animais com o intuito de identificar novos alvos biológicos para o desenvolvimento de terapias farmacológicas ou que funcionem como marcadores de diagnóstico e prognóstico; WP5 realiza estudos in vitro em cell-based systems para determinar especificidade e mecanismo de ação dos compostos identificados nos WP3 (utiliza técnicas de modelagem computacionais modernas e síntese química para síntese de compostos que interagem com os alvos identificados nos WP1 e WP2) e WP4 (pesquisa substâncias extraídas de plantas e insetos para descobrir moléculas que apresentam potencial para tornarem-se novos medicamentos); O bolsista para a presente vaga - Dra. Emiliana Pereira Abrão - estará vinculado ao WP5 e auxiliará no desenvolvimento/condução de análises bioquímicas e moleculares que permitam testar a ação de compostos sobre potenciais alvos farmacológicos para o tratamento de doenças inflamatórias.Como relatado no último relatório anual do CRID, para 2017 e 2018 temos projetos que envolvem clonagem e expressão de enzimas e receptores, como receptores alfa-adrenérgicos alfa1a, alfa1B e alfa 1D, recombinantes; desenvolvimento de ensaios funcionais para testar potenciais inibidores/agonistas destes alvos e screening de compostos direcionados a estes alvos (como, por exemplo, agonistas tendenciosos que não desencadeiem a internalização de receptores alfa1A (ADRA), alfa1B (ADRB) e alfa1D (ADRD), identificados no WP3. Descrição dos Objetivos:Para os receptores adrenérgicos ADRA1A, ADRA1B e ADR1D, o principal objetivo é investigar novos agonistas tendenciosos (biased agonists), que não apresentem ação na sinalização da via de ²-arrestinas, dessa forma não levando à internalização dos receptores, enquanto para as enzimas, o principal objetivo é investigar inibidores seletivos para as mesmas.Objetivos específicos1) Biologia Molecular para clonagem dos alvos biológicos em vetores de expressão, e quando necessário, em fusão a diferentes "tags";2) Geração de clones celulares estavelmente expressando os alvos biológicos acima descritos;3) Caracterização dos clones celulares para verificação das respostas biológicas esperadas para o alvo desejado expresso;4) Caracterização bioquímica e farmacológica dos alvos através de análise da ativação de diferentes vias de sinalização e/ou respostas celulares;5) Análise integrada dos resultados de respostas biológicas para proposições de mecanismos de ação.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.