Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do papel das enzimas envolvidas em modificações pós-traducionais que modulam a estabilidade e translocação proteica durante a Transição Epitélial-Mesenquimal

Processo: 17/03960-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Vitor Marcel Faça
Beneficiário:Virgínia Campos Silvestrini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Ubiquitinação   Metástase   Sumoilação

Resumo

Câncer se destaca como um conjunto de doenças multifatoriais que tem em comum o crescimento desordenado de células que invadem tecidos e órgãos, dando origem às metástases. Durante a metástase, ocorrem inúmeras alterações nas células que modificam a estabilidade proteica e/ou promovem sua translocação subcelular, incluindo o envio de proteínas para degradação no proteassoma, o transporte de proteínas para a membrana, alterações no citoesqueleto, entre outras. Sendo assim, no processo de progressão do câncer e mais especificamente durante a metástase, vários pontos de controle relacionados à degradação e translocação de proteínas entre sub-compartimentos celulares são esperados. Em todas as células, a modulação de processos e alterações disparadas por cascatas de sinalização também dependem de mecanismos finamente controlados por modificações pós-traducionais. Recentemente, alguns mecanismos vêm ganhando bastante atenção com relação à metástase, por se basearem no endereçamento e degradação de moléculas sinalizadoras proteicas, como ocorre no sistema ubiquitina-proteassoma. Durante estes processos, proteínas alvo são marcadas pós-traducionalmente através da ubiquitinação, ou similares a ubiquitina, como a sumoilação e nedilação, por enzimas específicas e que participam, portanto, no controle fino das vias em que estão envolvidas. No presente projeto será avaliada a influência de enzimas e mecanismos de ubiquitinação/de-ubiquitinação e modificações correlatas na regulação de processos de transição epitélial-mesenquimal (EMT). Serão utilizados como modelos linhagens celulares de câncer de mama, que serão induzidas à EMT em resposta a fatores de crescimento, simulando a etapa crítica de desencadeamento da metástase. A partir de resultados obtidos em nosso laboratório, durante a indução da EMT, enzimas envolvidas nas vias de ubiquitinação, sumoilação e nedilação serão moduladas através de inibidores químicos seletivos ou RNA de interferência, de maneira avaliar essa regulação durante a comunicação de vias que regem os processos da EMT. Serão utilizados ainda métodos de proteômica dirigida para quantificar e também validar as alterações moleculares observadas. Como resultado, esperamos identificar enzimas chaves envolvidas nos processos de ubiquitinação, sumoilação ou nedilação e que participam nos processos de progressão tumoral, contribuindo assim com a identificação de potenciais novos alvos para terapia do câncer metastático. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SILVESTRINI, VIRGINIA CAMPOS; LANFREDI, GUILHERME PAUPERIO; MASSON, ANA PAULA; POERSCH, ALINE; FERREIRA, GERMANO AGUIAR; THOME, CAROLINA HASSIBE; FACA, VITOR MARCEL. A proteomics outlook towards the elucidation of epithelial-mesenchymal transition molecular events. MOLECULAR OMICS, v. 15, n. 5, p. 316-330, OCT 1 2019. Citações Web of Science: 0.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
SILVESTRINI, Virgínia Campos. Avaliação proteômica das alterações no sistema ubiquitina proteassoma durante a transição epitélio-mesenquimal (EMT). 2019. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.