Busca avançada
Ano de início
Entree

A Argentina e o Brasil frente aos Estados Unidos: autonomia e alinhamento no campo da segurança internacional

Processo: 17/00661-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 30 de novembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Política Internacional
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Sebastiao Carlos Velasco e Cruz
Beneficiário:Lívia Peres Milani
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/03231-7 - A política exterior dos EUA para a América do Sul: reflexos nas relações estratégicas com o Brasil e a Argentina, BE.EP.DR
Assunto(s):Política externa

Resumo

O objetivo central da pesquisa aqui apresentada é entender quais fatores explicam os movimentos pendulares na Política Exterior do Brasil e da Argentina com relação aos Estados Unidos e como tais movimentos expressam-se no campo da segurança internacional. Para tanto, o estudo terá como foco a primeira década do século XXI. Os níveis de análise sistêmico e o doméstico serão levados em consideração, buscando identificar as fontes internas e externas da Política Exterior e de Defesa. Com relação aos constrangimentos internos será necessário analisar as relações sociais e as diferenças dos projetos políticos com relação a inserção internacional. No que se refere aos constrangimentos externos, a análise recairá sobre a política de segurança dos Estados Unidos e as mudanças na ordem internacional no início do século XXI. Ademais, será necessário analisar o desenvolvimento histórico com o objetivo de entender as mudanças como processuais. A pesquisa utilizará diversas fontes, como documentos oficiais, material produzido por think tanks, pela burocracia militar e diplomática, além da realização de entrevistas. (AU)