Busca avançada
Ano de início
Entree

SmartPill: solução de monitoramento e promoção de aderência a medicamentos com cartela de medicamentos inteligente, aplicativo móvel e sistema online

Processo: 17/16150-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência (Início): 01 de maio de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Gabriela de Oliveira Amâncio Balazini
Beneficiário:Gabriela de Oliveira Amâncio Balazini
Empresa:SmartPills Serviços de Informação Ltda. - ME
Vinculado ao auxílio:16/04145-1 - SmartPill - solução de monitoramento e promoção de aderência a medicamentos com cartela de medicamentos inteligente, aplicativo móvel e sistema online, AP.PIPE
Assunto(s):Adesão à medicação   Doença crônica   Aplicativos móveis   Sistemas on-line

Resumo

Este projeto visa o desenvolvimento de solução para auxiliar pacientes crônicos que utilizam medicamentos de uso contínuo a aderirem ao tratamento de forma eficaz, ajudando-os a tomar suas pílulas no horário certo e pelo período correto. Para tanto deve existir um aplicativo, um gadget e um adesivo flexível com circuito impresso em tinta condutiva. O sistema funciona de forma simples o paciente insere no aplicativo o medicamento que será usado, o horário que deve ser tomado de acordo com a prescrição médica e o telefone celular do cuidador. Após isso basta grudar o adesivo no verso da cartela e conectá-lo ao gadget. Uma vez que esteja na hora de tomar a pílula o aplicativo dispara um alarme sonoro para o paciente. Assim que a respectiva pílula for destacada da embalagem o circuito correspondente a aquele comprimido é rompido e o gadget envia a informação da posição da pílula e do horário que ela foi tomada para o aplicativo. Este projeto foi um dos selecionados pelo Programa Vai Tec da Prefeitura Municipal de São Paulo, que financiou o desenvolvimento bem sucedido da prova de conceito dos requisitos funcionais do protótipo, conforme detalhado na justificativa de dispensa da Fase I. Os desafios tecnológicos nesta Fase II são o desenvolvimento de um protótipo de produto que atenda a requisitos funcionais e não funcionais não presentes no protótipo da prova de conceito realizada anteriormente, planejamento de um processo produtivo que permita sua fabricação e comercialização em escala, desenvolvimento de aplicativo final para cada tipo de usuário da solução e plataforma de software em nuvem para possibilitar aplicações futuras de data analytics sobre os dados gerados. (AU)