Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da ativação do receptor de angiotensina ii nas células endoteliais e células do músculo liso vascular de aortas de ratos hipertensos renais

Processo: 16/20322-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lusiane Maria Bendhack
Beneficiário:Bernah Mathias Fahning
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Hipertensão renovascular   Hipertensão   Angiotensina II   Óxido nítrico   Espécies de oxigênio reativas

Resumo

O modelo de hipertensão renal 2R-1C é caracterizado pela ativação do Sistema Renina-Angiotensina-Aldosterona (SRAA), cujo principal mediador é a angiotensina II (Ang II), que promove contração das células do músculo liso vascular, ao ativar o receptor AT1. O receptor AT1 é expresso em células endoteliais e envolve a ativação da NADPH-oxidase (NOX), aumento da produção de espécies reativas de oxigênio (ERO) e redução da biodisponibilidade do Óxido Nítrico (NO). Em ratos 2R-1C, há constante ativação do SRAA e das vias de sinalização celular, que culminam na disfunção endotelial. As ERO podem ser geradas a partir da NOX, NO-sintase endotelial (eNOS) e cicloxigenase (COX). A produção de NO pode estimular a liberação de mediadores da via de sinalização da COX. A interação entre NO e prostaglandinas (PGs), produtos da COX, não é unidirecional, uma vez que os anti-inflamatórios podem reduzir a atividade da NOS. Os mecanismos pelos quais o NO regula a produção das PGs e vice-versa, ainda é controverso. A nossa hipótese é de que em aorta de 2R-1C, a Ang II ativa receptores AT1 nas células endoteliais, levando ao aumento da produção de ERO, reduzindo a biodisponibilidade do NO, modulando a atividade da COX endotelial. O presente trabalho tem por objetivo estudar os efeitos da ativação dos receptores AT1 pela AngII em células endoteliais e do músculo liso vascular e verificar a modulação entre as vias da NO-Sintase, COX e participação das ERO nestas vias. (AU)