Busca avançada
Ano de início
Entree

Arte Factus: estudo e design socialmente consciente de artefatos digitais sócioenativos

Processo: 17/06762-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Maria Cecilia Calani Baranauskas
Beneficiário:Emanuel Felipe Duarte
Instituição-sede: Instituto de Computação (IC). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:15/16528-0 - Sistemas sócio-enativos: investigando novas dimensões no design da interação mediada por tecnologias de informação e comunicação, AP.TEM
Assunto(s):Design universal

Resumo

O conceito de computação ubíqua há anos inspira pesquisas científicas e novos desenvolvimentos tecnológicos. Atualmente, há computadores de diversos tamanhos e formatos. Contudo, o modelo predominante de interação (tarefas e objetivos bem definidos realizados por meio de interfaces convencionais) parece impedir que as tecnologias computacionais existentes se tornem "invisíveis" como propõe a computação ubíqua. Faz-se necessário um novo paradigma de interação que seja mais "acoplado". O objetivo deste trabalho é investigar o conceito de sistema sócioenativo como um novo paradigma de interação e, fundamentado em (1) sistemas enativos, (2) design universal e (3) arte interativa, promover uma integração entre ciência e arte para estudar e projetar de forma socialmente consciente artefatos digitais sócioenativos. Será proposto e desenvolvido um modelo conceitual para descrever a interação em termos de: ação consciente e inconsciente e resposta multissensorial; ainda, cada pessoa interagindo com esse artefato digital sócioenativo interage também com experiências de percepção e interpretação de arte expressas por outras pessoas, podendo também expressar sua própria. Teoria e prática serão aliadas por meio de investigações na literatura e oficinas semioparticipativas de design. Será desenvolvido um arcabouço teórico e metodológico para o design de artefatos digitais sócioenativos sob a perspectiva do contexto aberto e elusivo da arte e considerando elementos de percepção e interpretação; para tal, serão construídos kits de prototipação para utilização por pessoas sem um perfil técnico. Artefatos digitais que materializem o conceito de sistema sócioenativo serão projetados, construídos e avaliados, no contexto de uma galeria de arte. (AU)