Busca avançada
Ano de início
Entree

Associação entre a exposição materna à poluição na cidade de São Paulo e desfechos do parto e crescimento do polo cefálico

Processo: 16/14433-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Convênio/Acordo: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Pesquisador responsável:Lisandra Stein Bernardes Ciampi de Andrade
Beneficiário:Mariana Azevedo Carvalho
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Gravidez   Obstetrícia   Poluição do ar

Resumo

A poluição do ar é resultado de complexas interações que envolvem emissões de poluentes atmosféricos e que sabidamente causam consequências negativas para a saúde humana. De acordo com alguns estudos, a exposição à poluição, durante a gestação, pode afetar o peso ao nascimento, contudo, não há ainda conhecimento sedimentado sobre as janelas críticas de exposição à poluição durante a gestação. Visando investigar, mais profundamente, o impacto da poluição na gestação e no feto, o objetivo deste projeto é avaliar a influência da exposição à poluição durante a gestação nos desfechos do parto e no crescimento do polo cefálico. Um estudo prospectivo com 386 gestantes, intitulado ProcriAR, está sendo realizado na cidade de São Paulo. Os poluentes dióxido de nitrogênio (NO2) e ozônio (O3) são medidos durante cada trimestre da gestação por meio da utilização de amostradores passivos individuais (APIs). Simultaneamente, será realizada a análise dos poluentes monóxido de carbono (CO), NO2 e material particulado menor que 10 (MP10), medidos pela estação fixa de monitoramento Taboão da Serra da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), que é a mais próxima do região onde residem as gestantes. Desta forma, o presente projeto propõe: avaliar quais são as janelas críticas de exposição à poluição na gestação e os efeitos causados por esta nos desfechos do parto. A partir disso, ter resultados consistentes para poder influenciar o surgimento tanto de políticas públicas quanto privadas mais efetivas do controle da poluição atmosférica. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CARVALHO, MARIANA AZEVEDO; HETTFLEISCH, KAREN; RODRIGUES, AGATHA S.; BENACHI, ALEXANDRA; VIEIRA, SANDRA ELISABETE; SALDIVA, SILVIA R. D. M.; SALDIVA, PAULO HILARIO N.; FRANCISCO, ROSSANA PULCINELI VIEIRA; BERNARDES, LISANDRA STEIN. Association between exposure to air pollution during intrauterine life and cephalic circumference of the newborn. Environmental Science and Pollution Research, v. 28, n. 8, . (08/57717-6, 16/14433-4)
CARVALHO, MARIANA AZEVEDO; HETTFLEISCH, KAREN; RODRIGUES, AGATHA S.; BENACHI, ALEXANDRA; VIEIRA, SANDRA ELISABETE; SALDIVA, SILVIA R. D. M.; SALDIVA, PAULO HILARIO N.; VIEIRA FRANCISCO, ROSSANA PULCINELI; BERNARDES, LISANDRA STEIN. Association between maternal exposure to air pollution before conception and sex determination in the city of Sao Paulo. AIR QUALITY ATMOSPHERE AND HEALTH, v. 13, n. 10, . (08/57717-6, 16/14433-4)
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARVALHO, Mariana Azevedo. Associação entre exposição materna à poluição na cidade de São Paulo e desfechos da gestação. 2019. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina (FM/SBD) São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.