Busca avançada
Ano de início
Entree

A ECONOMIA POLÍTICA DO INTERNACIONALISMO: Rosa Luxemburgo e a questão das nacionalidades

Processo: 17/10986-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História Moderna e Contemporânea
Pesquisador responsável:Eduardo Barros Mariutti
Beneficiário:Antonio Vogaciano Barbosa Mota Filho
Instituição-sede: Instituto de Economia (IE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/15650-4 - Autogoverno ou autonomia cultural: a questão nacional para Rosa Luxemburgo e o Bund, BE.EP.DR
Assunto(s):Marxismo   Nacionalismo   História contemporânea

Resumo

Rosa Luxemburgo (RL) foi uma importante economista do começo do século XX. No entanto, suas obras seguem sendo marcadas pelos rótulos de "espontaneísmo" e "economicismo". Historicamente tais rótulos têm restringido a recepção da sua obra e acabam por privilegiar certos aspectos da obra de RL e secundarizar outros. Um ramo que foi particularmente afetado por essa "afinidade seletiva" foi o pensamento econômico de RL. O projeto de pesquisa que ora apresentamos tem como objetivo analisar seu pensamento econômico particularmente sobre a chamada "questão das nacionalidades" e a independência da Polônia. Nossa hipótese é que junto às formulações políticas de RL sobre as nacionalidades existe um argumento econômico implícito. Como principal fonte de estudos, utilizaremos a obra completa de RL em alemão (Gesammelte Werke) e as atas e notas estenográficas dos Congressos da Segunda Internacional e do Partido Operário Social Democrata Russo em que essa questão foi debatida. Propomos três objetivos específicos: compreender as formulações iniciais de RL sobre a questão das nacionalidades; analisar o debate entre RL e Lenin e explicitar as confluências entre a questão das nacionalidades e a teoria do imperialismo em RL. Dessa forma, esperamos evidenciar a íntima relação entre economia e política que perpassa a obra de RL.