Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização das respostas vasculares e da função do tecido adiposo perivascular no modelo de envelhecimento SAMP8

Processo: 17/12181-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Cardiorenal
Pesquisador responsável:Eliana Hiromi Akamine
Beneficiário:Vanessa de Paula Miyoshi
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Envelhecimento   Óxido nítrico   Reatividade cardiovascular   Tecido adiposo   Modelos animais

Resumo

Doenças associadas ao envelhecimento têm grande impacto socioeconômico, sendo as doenças cardiovasculares as principais causas de óbitos entre a população idosa. Com o avançar da idade, ocorrem alterações funcionais, estruturais e mecânicas do sistema vascular. A despeito de outros fatores, a sinalização promovida pelo óxido nítrico (NO) é essencial para a manutenção da homeostasia vascular durante o envelhecimento. O tecido adiposo perivascular (PVAT) encontra-se ao redor da maioria dos vasos sanguíneos e regula as funções vasculares, já que libera substâncias, tal como o NO, que atuam de forma parácrina. Assim, a disfunção do PVAT, assim como a disfunção endotelial, poderia ser uma condição associada a doenças cardiovasculares. Embora vários aspectos das alterações vasculares que ocorrem com o envelhecimento já terem sido caracterizados, aspectos do PVAT ainda são pouco conhecidos no envelhecimento. Os camundongos SAMP8 são úteis para entender os processos que ocorrem com o avançar da idade, porque o envelhecimento ocorre de maneira espontaneamente acelerada nesses animais. Contudo, as alterações vasculares de acordo com a idade só foram caracterizadas em fêmeas de camundongos SAMP8 e a função do PVAT ainda não foi caracterizada nesse modelo. O objetivo do presente estudo é caracterizar o relaxamento dependente do endotélio, a resposta contrátil e a função do PVAT de aorta torácica de machos de camundongos SAMP8 com 03, 06 e 08 meses de idade. Além disso, caracterizaremos a participação do NO na ação anticontrátil do PVAT da aorta torácica com o avançar da idade. (AU)