Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da expressão de MCT1 e MCT2 em tumores de sítio primário desconhecido

Processo: 17/09226-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Céline Marques Pinheiro
Beneficiário:Lara Esquiapatti Pinheiro
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias primárias desconhecidas   Transportadores de ácidos monocarboxílicos   Metabolismo celular

Resumo

O tumor de sítio primário desconhecido (CUP) caracteriza-se pela ocorrência de metástases associada à ausência de reconhecimento do local de origem. Representa um grupo heterogêneo, em geral, pouco responsivo à quimioterapia citotóxica convencional, com uma sobrevida global de 3 - 6 meses após o diagnóstico. As alterações metabólicas nas células cancerígenas permitem a proliferação e crescimentos celulares de modo singular, independentemente da oferta ou ausência de O2 (Efeito Warburg). Desta forma, a caracterização do perfil metabólico do CUP pode impulsionar a busca por evidências do papel das proteínas envolvidas na reprogramação do metabolismo como marcadores tumorais, assim como potenciais alvos terapêuticos. Objetivo: O presente projeto de pesquisa tem como objetivo caracterizar a expressão do MCT1 e MCT2 em tumores de sítio primário desconhecido e associar estes achados aos dados clinico-patológicos dos pacientes diagnosticados com CUP. Materiais e métodos: A expressão do MCT1 e MCT2 será analisada por imunohistoquímica, em uma série de cerca de 120 CUPs. A graduação final será dada pela soma dos parâmetros extensão e intensidade. Por fim, os achados serão associados aos dados clínicos e patológicos dos pacientes diagnosticados com CUP, utilizando o SPSS. (AU)