Busca avançada
Ano de início
Entree

Capacidade protetora de dentifrícios na erosão dentária de restaurações com resina composta e cimento de ionômero de vidro em dentina: estudo in vitro

Processo: 17/11742-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Ticiane Cestari Fagundes
Beneficiário:Diego Felipe Mardegan Gonçalves
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Abrasão dentária   Erosão dentária   Resinas compostas   Cimentos de ionômeros de vidro   Dentística

Resumo

O objetivo desse estudo será avaliar a estabilidade de diferentes materiais restauradores e a dentina adjacente frente a um desafio erosivo/abrasivo, com diferentes dentifrícios. Serão utilizados 120 fragmentos de dentina obtidos a partir de incisivos bovinos que serão cortados e polidos (4x4 mm). Metade dos espécimes será restaurada com cimento de ionômero de vidro modificado por resina e a outra metade com resina composta. Após as restaurações, uma hemiface de cada amostra será recoberta com verniz ácido-resistente. Esses dois grupos serão subdivididos em três grupos de acordo com o dentifrício que será utilizado (n=10): dentifrício sem flúor (controle), dentifrício com fluoreto de sódio (NaF) e dentifrício com fluoreto de estanho (SnF2). Por fim, esses grupos serão submetidos a um desafio erosivo/abrasivo, com imersão dos espécimes no slurry dos dentifrícios por 2 minutos, incluindo 15 segundos de escovação simulada. Os desafios de erosão serão realizados 4x/dia por 2 minutos, com intervalos de 1 hora, durante 5 dias. O tratamento com os dentifrícios será realizado 2x/dia, antes e após o início do ciclo erosivo. Ao final, o verniz ácido resistente será removido da superfície de cada amostra e elas serão analisadas quanto à dureza Martens e módulo de elasticidade da superfície do material restaurador e da dentina adjacente. Microscopia eletrônica de varredura será realizada em três espécimes representativos de cada grupo, com o objetivo de ilustrar o desgaste obtido entre o lado controle e o lado teste, tanto em dentina quanto nos materiais restauradores. Os dados obtidos serão analisados quanto à normalidade e, em caso de distribuição normal, serão submetidos à análise de variância (ANOVA) a três critérios e teste de Tukey para múltiplas comparações, com nível de significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MARDEGAN GONCALVES, DIEGO FELIPE; FRAGA BRISO, ANDRE LUIZ; PAVESI PINI, NUBIA INOCENCYA; MODA, MARIANA DIAS; DE OLIVEIRA, RENATA PARPINELLI; DOS SANTOS, PAULO HENRIQUE; FAGUNDES, TICIANE CESTARI. Effects of dentifrices on mechanical resistance of dentin and restorative materials after erosion and abrasion. JOURNAL OF THE MECHANICAL BEHAVIOR OF BIOMEDICAL MATERIALS, v. 97, p. 7-12, SEP 2019. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.