Busca avançada
Ano de início
Entree

Planejamento, síntese e avaliação biológica de novos derivados das séries LAPDESF FTD-AO e LAPDESF FTD-TAU com potencial atividade no tratamento da Doença de Alzheimer

Processo: 17/13524-9
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 14 de novembro de 2017
Vigência (Término): 16 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Análise e Controle de Medicamentos
Pesquisador responsável:Chung Man Chin
Beneficiário:Diego Eidy Chiba
Supervisor no Exterior: Pui Kai Li
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Local de pesquisa : Ohio State University, Columbus, Estados Unidos  
Vinculado à bolsa:16/08470-4 - Planejamento, síntese e avaliação biológica de novos derivados das séries Lapdesf ftd-ao e Lapdesf ftd-tau com potencial atividade no tratamento da Doença de Alzheimer, BP.DR
Assunto(s):Fármacos neuroprotetores   Doença de Alzheimer   Química farmacêutica   Neuroproteção

Resumo

A doença de Alzheimer (DA) é a principal e mais comum causa de demência senil, contribuindo com 50-75% dos casos diagnosticados. Nos países desenvolvidos, a DA é quarta causa de morte, ficando atrás somente de doenças cardiovasculares, câncer e acidente vascular cerebral. A projeção da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que até 2050 o número de idosos aumente 21% no mundo. A DA é uma doença neurodegenerativa progressiva, na qual os pacientes diagnosticados mostram uma extensa perda de sinapses e neurônios no hipocampo e nos córtex frontal e temporal, comprometendo de forma gradual suas funções cognitivas, como a memória, capacidade de aprendizado, raciocínio, assim como o comprometimento da comunicação e habilidade realização de atividades diárias. Atualmente não há tratamento capaz de curar ou modificar de maneira eficaz a doença, apenas medicamentos (tacrina, donepezila, rivastigmina, galantamina e memantina) que melhoram alguns sintomas manifestados pelos pacientes. Assim, é de grande importância a busca e o desenvolvimento de novas abordagens terapêuticas e de novos fármacos capazes de retardar ou impedir a progressão da doença. Tendo em vista o descrito, este projeto visa obter novos derivados candidatos a fármacos com propriedades anti-inflamatória/neuroprotetora e com propriedades estabilizadoras de microtúbulo, através da hibridização molecular de ácido lipóico ou ácido ferúlico com derivados ftalimídicos. Em condições patológicas, existe um desequilíbrio na ligação da proteína tau com o microtúbulo, levando eventualmente a sua desestabilização, levando a morte neuronal. Por isso, este projeto também irá avaliar a capacidade dos novos compostos obtidos e também de alguns obtidos no Brasil (das séries LAPDESF FTD-AO e LAPDESF FTD-TAU) de estabilizar microtúbulos in vitro. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.