Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da aptidão física e da pré-ativação muscular sobre o aproveitamento de arremessos de dois pontos no basquetebol em situação de indução à fadiga

Processo: 17/15994-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 30 de junho de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia do Esforço
Pesquisador responsável:Claudio Alexandre Gobatto
Beneficiário:Caio Boer Giometti
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Limeira , SP, Brasil
Assunto(s):Corridas   Basquetebol   Capacidade aeróbica   Condicionamento físico   Aptidão física   Fisiologia do exercício

Resumo

Os metabolismos aeróbio e a anaeróbio, bem como a potência muscular estão sempre muito presentes no jogo de basquetebol por conta do dinamismo dessa modalidade. O teste do lactato mínimo foi recentemente adaptado para atletas do basquetebol, utilizando o Running Anaerobic Sprint Test (RAST) como indutor à hiperlactacidemia. Essa avaliação permite obter medidas de capacidade aeróbia e de potência anaeróbia. Além do condicionamento físico, respostas a intervenções agudas podem contribuir para a melhora da performance de atletas em situação de jogo. Por exemplo, exercícios pliométricos, que facilitam o recrutamento muscular num mínimo período de tempo podem contribuir para auxiliar o movimento do arremesso em movimento no basquetebol. Diante disso, o objetivo do presente projeto será verificar a influência do condicionamento aeróbio e anaeróbio e da pré-ativação sobre o desempenho técnico e físico ao longo de exercícios específicos da modalidade de basquetebol. Para isso, 12 praticantes de basquetebol serão avaliados durante quatro sessões de teste. Na primeira, em laboratório, será realizada anamnese, em seguida um exercício de pliometria visando pré-ativação muscular e construção de uma linha do tempo desse efeito no desempenho de salto. Ainda nessa sessão, um teste de 30 s em corrida atada na esteira não motorizada será realizado. As três sessões seguintes, executadas em quadra de basquetebol, consistem de: I) realização do teste lactato mínimo e avaliações técnicas de aproveitamento de arremessos parado; II) teste de aproveitamento de arremessos ao longo de condição de imposição de fadiga e corrida atada de 15 metros com o intuído de verificar a queda da potência do atleta; III) teste de aproveitamento de arremessos ao longo de uma condição de imposição de fadiga após a realização de pré-ativação ou placebo. Dessa maneira será possível investigar a influência de diversos índices de potência anaeróbia, capacidade aeróbia e da pliometria sobre a eficiência técnica do arremesso. (AU)