Busca avançada
Ano de início
Entree

Câncer de próstata e estresse oxidativo: análise da expressão e do potencial terapêutico da enzima sulfiredoxina

Processo: 16/25945-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Sérgio Luis Felisbino
Beneficiário:Caroline Nascimento Barquilha
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Oncologia   Neoplasias   Neoplasias da próstata   Estresse oxidativo   Expressão gênica   Cultura de células

Resumo

O câncer de próstata (CaP) é o segundo mais frequente e o segundo de maior taxa de morbidade e mortalidade entre os homens. Estudos destacam o papel do estresse oxidativo nainiciação e progressão do CaP. Análises de transcriptomas de amostras de câncer de próstata de camundongos transgênicos revelaram alterações na expressão de genes relacionados ao estresse oxidativo, tais como expressão aumentada do gene para a enzima sulfiredoxina (Srxn1), para a qual não há estudos mais detalhados no CaP. A Srxn1 tem por função principal atuar na reciclagem da atividade anti-oxidante das peroxiredoxinas 1-4. Assim, este projeto tem por objetivo caracterizar a expressão da Srxn1 no CaP humano, bem como investigar se essa enzima é um potencial alvo terapêutico. Para isso, serão avaliados, por imunohistoquímica, os níveis expressão proteica tecidual da Srxn1 em blocos de TMAs de amostras de CaP com diferentes graus de Gleason e correlacioná-los com dados clínicos dos pacientes. Serão analisados os níveis de expressão gênica e proteica de Srxn1 por células epiteliais prostática normais (RWPE-1) e tumorais (LNCaP e PC3) em diferentes condições de cultura, além da viabilidade de células LNCaP após silenciamento da transcrição do RNAm para a enzima Srxn1. E também o nível de oxidação das peroxiredoxinas nestas células após o silenciamento da expressão da Srxn1. Estes resultados irão contribuir para um melhor entendimento da participação do estresse oxidativo e da Srxn1 no CaP, revelando se a mesma pode ser um alvo terapêutico para o tratamento do câncer de próstata. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARQUILHA, CAROLINE N.; SANTOS, NILTON J.; MONCAO, CAIO C. D.; BARBOSA, ISABELA C.; LIMA, FLAVIO O.; JUSTULIN, LUIS A.; PERTEGA-GOMES, NELMA; FELISBINO, SERGIO L. Sulfiredoxin as a Potential Therapeutic Target for Advanced and Metastatic Prostate Cancer. OXIDATIVE MEDICINE AND CELLULAR LONGEVITY, v. 2020, JAN 20 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.