Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise comparativa da ação da fibrina rica em plaquetas (FRP) no processo inflamatório e reparador associada ou não a um anti-inflamatório não esteroidal (AINE) em defeitos ósseos críticos na calvária de ratos

Processo: 17/04068-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Leonardo Perez Faverani
Beneficiário:Thaís Palmeira de Sá Genesini
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Assunto(s):Fibrina   Plaquetas sanguíneas   Regeneração óssea   Sangue   Inflamação   Células sanguíneas

Resumo

O objetivo deste estudo será comparar a influência da Fibrina Rica em Plaquetas (FRP) no processo inflamatório em defeitos críticos em calotas de ratos e sua consequente reparação tecidual associada ou não à um anti-inflamatório não esteroidal (AINE). Serão utilizados para a realização deste estudo 96 ratos (Rattus norvegicus, albinus, Wistar), adultos, com peso corporal entre 400 e 450g. Os animais serão divididos aleatoriamente em 4 grupos equitativos que irão compor a amostra do trabalho, onde o grupo coágulo (GC) será realizado o defeito de tamanho crítico (5 mm de diâmetro) preenchido com coágulo sanguíneo; grupo anti-inflamatório não esteroidal (AINE) que terá defeitos de tamanho crítico preenchidos com coágulo sanguíneo e administrado cetoprofeno (10mg/kg/dia); o grupo fibrina rica em plaquetas (FRP) com defeitos de tamanho crítico preenchidos com preparado de fibrina rica em plaquetas autóloga; e o grupo fibrina rica em plaquetas mais AINE (FRP + AINE) com defeitos de tamanho crítico preenchidos com preparado de fibrina rica em plaquetas autóloga e administrado cetoprofeno pela via intramuscular (10mg/kg/dia) durante 3 dias de pós operatório. Cada grupo será avaliado nos períodos de 2, 7, 14 e 28 dias. As análises dos resultados serão através da histometria (pela contagem de células e o cálculo da área de osso neoformado no centro do defeito). Os dados serão submetidos ao teste de normalidade para a eleição do teste mais adequado (paramétrico ou não paramétrico), com nível de significância de 5%. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)