Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo comparativo da sensibilidade de cladóceros endêmicos de regiões tropicais e temperadas ao inseticida Clorpirifós

Processo: 17/13288-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Odete Rocha
Beneficiário:Larissa Broggio Raymundo
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cladóceros   Animais tropicais   Agrotóxicos   Região neotropical   Ecotoxicologia

Resumo

A modernização das práticas agrícolas levou a um aumento exagerado do uso de compostos químicos com o intuito de maximizar a produção. Dentre estes, os pesticidas podem causar diversos efeitos deletérios sobre organismos aquáticos. Nas regiões temperadas existe grande quantidade de informações sobre a sensibilidade de organismos-teste nativos destas regiões a estes contaminantes, ao passo que nas regiões tropicais o conhecimento biológico e ecotoxicológico para espécies nativas ainda é escasso. Com isso, as avaliações de risco baseiam-se largamente em dados obtidos para espécies de regiões temperadas e até mesmo muitas das espécies utilizadas em ensaios de toxicidade são oriundas das regiões temperadas. Porém, dadas as diferenças geoclimáticas e o fato da sensibilidade a cada composto ser espécie-específica, as informações para as espécies nativas tropicais são urgentemente necessárias para obtenção de avaliações de risco ecológico realísticas. Neste contexto, o objetivo do presente estudo é comparar as diferenças na sensibilidade de cladóceros das regiões tropicais e de regiões temperadas e para isso, usaremos como organismos-teste as espécies nativas: Ceriodaphnia silvestrii, Daphnia laevis, Machrothrix flabelligera, Simocephalus serrulatus, Moina micrura e Diaphanosoma birgei. Para as espécies de regiões temperadas serão utilizados dados já disponíveis na literatura. A sensibilidade destas espécies será testada em relação ao inseticida clorpirifós, de amplo uso na agricultura em todo o mundo. Serão realizados cultivos e testes de toxicidade de acordo com a metodologia descrita nos protocolos nacionais padronizados recomendados para testes com as espécies de cladóceros dos gêneros Ceriodaphnia e Daphnia. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAYMUNDO, LARISSA BROGGIO; ROCHA, ODETE; MOREIRA, RAQUEL APARECIDA; MIGUEL, MARIANA; DAAM, MICHIEL ADRIAAN. Sensitivity of tropical cladocerans to chlorpyrifos and other insecticides as compared to their temperate counterparts. Chemosphere, v. 220, p. 937-942, APR 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.