Busca avançada
Ano de início
Entree

Selecionar, controlar e distribuir: o Instituto Nacional de imigração e colonização e a política imigratória brasileira (1952-1955)

Processo: 17/15227-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 02 de março de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:Paulo Cesar Goncalves
Beneficiário:Amanda Pereira dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):18/21236-6 - A retomada da hospitalidade cordial: relações luso-brasileiras e imigração portuguesa para o Brasil (1950-1955), BE.EP.MS
Assunto(s):Migração   Imigração   Política migratória   Brasil   Período Presidencial Getulista (1934-1937)

Resumo

O tema migratório ganhou destaque nas políticas públicas brasileiras durante o primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1945). Não obstante, em seu segundo governo (1951-1954), Vargas ainda se mostrava preocupado com a política imigratória que deveria ser implementada no Brasil. Com o objetivo de controlar e dirigir o movimento imigratório após a Segunda Guerra, o presidente propôs a criação do Instituto Nacional de Imigração e Colonização (INIC). Assim, o presente trabalho se propõe a analisar a configuração da política imigratória brasileira a partir da fundação desse Instituto, bem como as atividades e os debates ocorridos no primeiro ano de seu funcionamento. (AU)