Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da citotoxicidade, genotoxicidade e o perfil epigenético em células de pulmão dos principais agrotóxicos utilizados na região de Barretos-­SP

Processo: 16/23412-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Mutagênese
Pesquisador responsável:Henrique César Santejo Silveira
Beneficiário:Julia Maria Saraiva Duarte
Instituição-sede: Hospital do Câncer de Barretos. Fundação Pio XII (FP). Barretos , SP, Brasil
Assunto(s):Citotoxicidade   Neoplasias pulmonares

Resumo

O Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo e São Paulo é o primeiro dentre os estados brasileiros. A utilização intensa destes agentes químicos é responsável por inúmeras doenças, tornando-se um grande problema de saúde pública e ambiental. Os agrotóxicos são uma mistura heterogênea constituída de agentes químicos sintéticos produzidos laboratorialmente. A exposição aos pesticidas ocorre, principalmente, durante atividades no ambiente de trabalho que pode contribuir para o surgimento de novas neoplasias, estudos recentes relatam a incidência do câncer de pulmão nesta classe de trabalhadores. Alguns tipos de agrotóxicos desencadeiam lesões no DNA exercendo um papel mutagênico, ocasionando danos estruturais ou funcionais em nível cromossômico e de DNA, podendo ser detectados através do aparecimento de micronúcleos, cometas, trocas nas cromátides irmãs e deleções cromossômicas. Outros estudos demonstram que estes agentes químicos podem contribuir para a desregulação no perfil de expressão gênica por meio da alteração no padrão epigenético. Com isso, tem sido de fundamental importância a identificação de fatores ambientais que possam aumentar o risco de câncer em humanos, porém são escassos os estudos que correlacionam a exposição a agrotóxicos e o efeito destes em células pulmonares e possíveis alterações no padrão epigenético. A partir disso será avaliado citotoxicidade utilizando ensaio de MTS e espécies reativas de oxigênio (ERO), será avaliado a genotoxicicidade utilizando o ensaio cometa e teste de micronúcleo, e também, será realizado a análise do perfil de metilação do genoma (genome-wide) pela metodologia de microarrays (Methylation arrays Illumina) das células pulmonares expostas aos agrotóxicos glifosato, hexazinona, atrazina e 2,4 D amplamente utilizados na região de Barretos-SP em células de pulmão.