Busca avançada
Ano de início
Entree

Hierão de Siracusa na Pítica 1 de Píndaro

Processo: 17/17338-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de novembro de 2017
Vigência (Término): 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras - Literaturas Clássicas
Pesquisador responsável:Christian Werner
Beneficiário:Ricardo Tieri de Brito
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Poesia   Representação (artes)   Sicília (Itália)

Resumo

O presente projeto de pesquisa propõe investigar-se a representação de Hierão de Siracusa na Pítica 1 de Píndaro. Datado de 470 a.C., o poema mobiliza a celebração da vitória do tirano Deinomênida na quadriga nos Jogos Píticos como um presságio positivo para a fundação da pólis de Etna no contexto da política expansionista da dinastia à qual pertence. O elogio duplo a Hierão, como atleta vitorioso e fundador (oikists), levanta questões a respeito da flexibilidade do epinício enquanto espécie da poesia mélica coral arcaica grega, em especial, discussões acerca do papel da poesia nas estratégias de legitimação levadas a cabo por autocracias tirânicas na Sicília grega do início do século V a.C. (AU)