Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da martensita induzida por deformação em um aço inoxidável austenítico após deformação em baixas temperaturas

Processo: 17/17446-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia de Materiais e Metalúrgica - Metalurgia Física
Pesquisador responsável:Kahl Dick Zilnyk
Beneficiário:Gabriel Vinicius Assai Vaz
Instituição-sede: Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP). Campus de Itapetininga. Itapetininga , SP, Brasil
Assunto(s):Aço inoxidável austenítico   Aço inoxidável   Mudança de fase   Propriedades mecânicas   Temperatura ambiente   Baixa temperatura

Resumo

Aços inoxidáveis austeníticos são materiais com elevada resistência à corrosão e à oxidação, possuindo por isso diversas aplicações específicas. A grande concentração de elementos de liga nesses materiais faz com que a fase austenítica seja encontrada em temperatura ambiente, porém em uma condição metaestável. Devido a essa metaestabilidade, a austenita pode sofrer uma transformação de fase quando deformada plasticamente, dando origem à martensita induzida por deformação. Além da composição química, um dos fatores mais importantes para a formação da martensita induzida por deformação é a temperatura. No presente projeto pretende-se deformar, por meio de ensaios de tração uniaxial, corpos de prova de um aço inoxidável austenítico AISI 304 na temperatura ambiente e em temperaturas a baixo de zero, para avaliar o efeito da temperatura na formação de martensita induzida por deformação. A microestrutura do material ensaiado será caracterizada por meio de microscopia óptica e difração de raios X, permitindo determinar a cinética de transformação de fase e a natureza (cúbica ou hexagonal) da martensita formada. (AU)