Busca avançada
Ano de início
Entree

Orbitídeos de Croton antisyphiliticus e c. Sphaerogynus(Euphorbiaceae),caracterização química-biológica e síntese: prospecção racional de peptídeos de baixo peso molecular com potencial antitumoral

Processo: 17/12326-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Vanderlan da Silva Bolzani
Beneficiário:Jhennifer Priscila Nastri
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/07600-3 - CIBFar - Centro de Inovação em Biodiversidade e Fármacos, AP.CEPID
Assunto(s):Peptídeos cíclicos   Produtos naturais

Resumo

Orbitídeos são peptídeos constituídos por poucas unidades de aminoácidos (5-11), os quais são sintetizados na natureza pela via ribossomal e caracterizados por ligações amídicas, tipo N±C, usuais nos peptídeos clíclicos ou miniproteínas. É uma classe de produtos naturais que vem despertando grande interesse de setores estratégicos como fármacos, cosméticos e controle de pragas agrícolas. Obstante esta constatação, a pesquisa sobre orbtídeos isolados de espécies de plantas da biodiversidade brasileira, ainda é bastante modesta. Os orbitídeos de origem vegetal ocorrem apenas em alguns táxons, sendo importantes modelos moleculares para pesquisa em química de produtos naturais. Neste sentido, a investigação científica com esta classe de substâncias vem emergindo nos principais centros de pesquisas do mundo por serem modelos importantes no estudo de novos fármacos. No Brasil, são ainda pouquíssimos os estudos sobre esta classe de peptídeos e o NuBBE vem se consolidando no estudo de peptídeos de espécies vegetais da nossa biodiversidade. Há relatos de que espécies do gênero Croton biossintetizam esses compostos, além disso, algumas propriedades farmacológicas importantes foram registradas na literatura, o que justifica o presente estudo. Há muitos estudos químicos e biológicos com espécies do gênero, a maioria relata a ocorrência de terpenos da classe dos forbóis, altamente citotóxicos. Portanto, sendo interessante investigar se os orbitídeos acumulados são responsáveis pelas atividades relatadas, incluindo a antitumoral. A linha de pesquisa em peptídeos no NuBBE vem crescendo nesses últimos anos e visa identificar peptídeos inéditos, de grande interesse como protótipos de fármacos antitumorais. O câncer é uma patologia grave no cenário mundial, assim a busca por terapias com maior eficácia e menor toxicidade se tornou alvo e desafio para muitos pesquisadores. Propõem-se neste projeto, a priori, o isolamento, identificação e caracterização de orbitídeos das espécies Croton antisyphiliticus e Croton sphaerogynus. Posteriormente, os compostos naturais caracterizados e seus análogos sintetizados serão testados, avaliando-se a inibição de migração tumoral in vitro e proliferação celular.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
Orbitídeos de Euphorbiaceae, caracterização química e síntese : prospecção racional de peptídeos cíclicos com potencial antitumoral. 2019. 87 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Química..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.