Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação dos efeitos anti-inflamatório e antioxidante do ozônio medicinal em articulações sinoviais de equinos com Osteocondrite Dissecante

Processo: 17/15834-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Clínica e Cirurgia Animal
Pesquisador responsável:Raquel Yvonne Arantes Baccarin
Beneficiário:Cynthia Do Prado Vendruscolo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Clínica médica veterinária   Osteocondrite dissecante   Articulações   Líquido sinovial   Anti-inflamatórios   Antioxidantes   Ozônio   Equinos   Ozonioterapia

Resumo

A ozonioterapia consiste na aplicação de ozônio medicinal, uma mistura de ozônio e oxigênio, que através das espécies reativas de oxigênio e produtos de lipoperoxidação exercem diversos efeitos no organismo como, melhora da oxigenação e metabolismo dos tecidos, angiogênese, aumento dos mecanismos antioxidantes, melhora do sistema imune, efeito anti-inflamatório, entre outros. Esta modalidade terapêutica já é estudada na Medicina humana e vem sendo aplicada na Medicina esportiva equina no tratamento de Osteoartrite, porém sem estudos que comprovem sua eficácia. O objetivo do presente estudo é avaliar os efeito anti-inflamatório da aplicação de ozônio medicinal intra-articular em equinos submetidos a artroscopia para retirada de fragmentos osteocondrais por meio do exame físico, ultrassonográfico, histopatologia e análise de líquido sinovial. A hipótese é de que a utilização de ozônio diminuirá a inflamação das articulações sinoviais dos equinos e minimize o trauma cirúrgico, comprovando seus efeitos anti-inflamatórios. Serão utilizadas 20 articulações (tibitársicas, metacarpo e metatarsofalangeanas) referidas ao Hospital Veterinário para retirada de fragmentos provenientes de Osteocodrite Dissecante (OCD). Todos os animais receberão antibioticoprofilaxia com amicacina na dose de 15 mg/kg/SID/IV durante 5 dias e para controle da dor pós-operatória será realizada aplicação de tramadol 3mg/kg/TID e dipirona de resgate (22mg/kg). Os animais serão divididos em dois grupos: grupo tratado será realizada ao final do procedimento cirúrgico lavagem da articulação com o gás ozônio na concentração de 20 µg/ml durante 5 minutos, após 48 horas será coletado líquido sinovial e aplicado 5mls de ozônio e 2 mls de ácido hialurônico; no grupo controle será realizada ao final do procedimento cirúrgico lavagem da articulação com gás carbônico durante 5 minutos, após 48 horas será coletado líquido sinovial e aplicado 2 mls de ácido hialurônico. (AU)