Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelagem da produção e do transporte de CO2 em povoamentos de Eucalyptus grandis sob latossolos profundos num experimento de redução de chuva

Processo: 17/13572-3
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 18 de dezembro de 2017
Vigência (Término): 17 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal
Pesquisador responsável:Jean Paul Laclau
Beneficiário:Amandine Esther Louise Germon
Supervisor no Exterior: Frederic Gerard
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Local de pesquisa : Institute de Recherche pour le Développement (IRD), França  
Vinculado à bolsa:15/24911-8 - Consequência do corte raso e da pluviometria sobre a produção de raízes finas, CO2 e N2O até o lençol freático em povoamentos de Eucalyptus grandis conduzidos em talhadia, BP.DR
Assunto(s):Dióxido de carbono   Mudança climática

Resumo

As florestas tropicais influenciam fortemente as concentrações de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera. As práticas silvícolas em florestas plantadas afetam os fluxos de gases de efeito estufa na superfície do solo e os principais fatores que condicionam a produção de gases de efeito estufa nos solos florestais (substrato, temperatura, teor de água) variam com a profundidade. Conforme descrito anteriormente, no plano de trabalho da bolsa de doutorado (FAPESP 2015/24911-8), nosso estudo tem como objetivo avaliar o efeito da redução de chuva sobre a variabilidade temporal da produção de CO2 em todo o perfil do solo até o lençol freático em plantação de Eucalyptus grandis, conduzida em talhadia, antes do corte e até 1,5 anos após o corte das árvores. Para processar as medições das concentrações de gases em diferentes profundidades no solo realizadas durante o doutorado uma abordagem de modelagem mecanista deverá ser utilizada. Este projeto tem como objetivo avaliar a produção de gás em todo o perfil do solo e inferir a sensibilidade da produção de CO2 aos fatores ambientais. Com essa finalidade, as análises serão adaptadas ao Eucalyptus e usaremos o novo modelo numérico Min3P. A primeira etapa será realizar a modelagem da absorção e dinâmica da água no solo e na rizosfera em função do efeito da exclusão de chuva. A segunda, será concentrar-se na inclusão das emissões de CO2 dividindo a decomposição e respiração das raízes e comparar séries climáticas representando assim, futuros cenários climáticos nas emições de CO2 em plantações tropicais de eucalipto sob Latossolos profundos. Desenvolver modelos para as emissões de gases efeito estufa do solo é importante para: i) quantificar os fluxos das fontes de carbono como parte do orçamento global de carbono, ii) melhorar os modelos biogeoquímicos atuais que prevêem o efeito dos períodos de seca sobre os efluxos de CO2, iii) identificar práticas silviculturais mais sustentáveis para florestas plantadas tropicais em um contexto de mudanças climáticas. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.