Busca avançada
Ano de início
Entree

Vírus Zika e a barreira placentária: o papel dos marcadores imunológicos e receptores celulares na infecção viral e ativação de células endoteliais

Processo: 17/12957-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado Direto
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de agosto de 2021
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Fabio Trindade Maranhão Costa
Beneficiário:Louis Thomson Hey
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:16/00194-8 - Patogênese e neurovirulência de vírus emergentes no Brasil, AP.JP
Assunto(s):Interações hospedeiro-parasita   Vírus Zika   Infecção pelo Zika virus   Células endoteliais   Citocinas   Imuno-histoquímica

Resumo

O vírus Zika (ZIKV) representa um desafio de saúde pública para o Brasil e para o resto do mundo. Desde a sua introdução ao continente em 2014, houve mais de 200.000 casos confirmados de febre Zika (ZF) nas Américas, sendo 60% destes apenas no Brasil. A infecção por ZIKV tem sido associada a sequelas neurológicas, como Síndrome de Guillan-Barré, Encefalite e Meningite. Também foi associado a Síndrome Fetal Congênita que inclui Microcefalia Fetal. No entanto, o mecanismo pelo qual o vírus atravessa a barreira placentária e, eventualmente, hematoencefálica e permanece desconhecido. Essas barreiras são revestidas por células endoteliais, que normalmente impedem que as infecções virais atravessem. As citocinas desempenham um papel na modulação da barreira endotelial e têm sido importantes na compreensão, por exemplo, da febre do Vírus da Dengue estreitamente relacionada. Recentemente, nosso grupo publicou estudo inédito de dinâmica de citoquinas em pacientes com ZF. Este projeto tem como principal objetivo explorar ainda mais o papel das citocinas na ativação endotelial e função destas moléculas na barreira durante a infecção por ZIKV. Além disso, pretendemos caracterizar o(s) receptor(es) da membrana responsável pela entrada de ZIKV nas células endoteliais. Esses objetivos fornecerão recursos para melhor prever os desdobramentos de ZF e podem fornecer insights que levem a uma vacina ou terapia com ZIKV. (AU)