Busca avançada
Ano de início
Entree

Impacto do estradiol durante o sistema de cultivo 3-D de células epiteliais do oviduto bovino

Processo: 17/13481-8
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Doutorado
Vigência (Início): 22 de janeiro de 2018
Vigência (Término): 21 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Anthony César de Souza Castilho
Beneficiário:Patricia Kubo Fontes
Supervisor no Exterior: Barend Maarten Gadella
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Letras (FCL-ASSIS). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Assis. Assis , SP, Brasil
Local de pesquisa: Utrecht University (UU), Holanda  
Vinculado à bolsa:16/25685-4 - Impacto do estradiol no cultivo 3d de células epiteliais do oviduto bovino e seus efeitos na comunicação in vitro oviduto-embrião, BP.DR
Assunto(s):Exossomos   Estradiol   Células epiteliais

Resumo

O oviduto desempenha papel essencial na reprodução dos mamíferos. Fatores parácrino, endócrino e autócrino são essenciais para um controle refinado das funções ovidutais. Estudos do nosso grupo sobre o impacto da Superestimulação Ovariana (SEO) no microambiente ovidutal demonstraram altos níveis de estradiol no oviduto, e uma correlação positiva desses níveis com o aumento de genes relacionados à interação gamética. Devido à localização intra-abdominal e difícil acesso in situ, estudos in vivo do oviduto possui restrições. Portanto, estudos in vitro de cultivo de células do oviduto são realizados; entretanto a maioria dos cultivos perdem características das células ovidutais, como morfologia e expressão gênica/proteica. O grupo de pesquisa do Dr. Bart M. Gadella, da Universidade de Utrecht (Holanda), foi o primeiro a desenvolver com sucesso um oviduto-em-um-chip por impressão 3-D, que permite coleta de imagens das células vivas, com células polarizadas e funcionais por mais de 6 semanas de cultivo. Portanto, o objetivo do presente estudo é adquirir conhecimento sobre o sistema 3-D de cultivo de células do oviduto, assim como avaliar o efeito de diferentes concentrações de estradiol na morfologia e viabilidade celular, prospectando analisar o padrão transcricional dessas células e a interação desse sistema no desenvolvimento embrionário. Após o cultivo das células do oviduto com diferentes concentrações de estradiol, as células ovidutais serão coradas por imunofluorescência para avaliação dos aspectos morfológicos; serão coletados o meio de cultivo apical e as células para futuras análises no Brasil. Resumidamente, nós esperamos que o presente estudo permita o incremento no entendimento no efeito isolado do estradiol no oviduto bovino cultivado in vitro em sistema 3-D e possivelmente sua utilidade como um potencial mecanismo de modulação da produção embrionária in vitro. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)