Busca avançada
Ano de início
Entree

Processamento do som e seus impactos no desenvolvimento do sujeito: possíveis interfaces entre os campos da biologia e da psicanálise

Processo: 17/13590-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2017
Vigência (Término): 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Interdisciplinar
Pesquisador responsável:Ana Archangelo
Beneficiário:Fábia Silva Vilas Bôas
Instituição-sede: Faculdade de Educação (FE). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Ecolalia   Transtorno autístico   Vias auditivas   Psicanálise

Resumo

Desde 1943, quando o psiquiatra austríaco Leo Kanner adicionou o "distúrbio autístico do contato afetivo" como uma nova síndrome na psiquiatria infantil, duas frentes de conhecimento buscam investigar e interpretar o autismo. Uma delas tem como foco averiguar questões orgânicas do sujeito, tal como falhas em neurotransmissores, ao passo que a outra vertente compreende o autismo como efeito de relações patológicas na primeira infância, com auxílio da psicanálise. O presente projeto tem como objetivo analisar as possibilidades e os limites de integração das teses propostas nos diferentes campos de conhecimento sobre o autismo, usando como ponto de interface entre as áreas o estudo do processamento do som e de seus impactos na constituição do sujeito. Para isso serão realizadas pesquisas bibliográficas sobre o processamento do som, no âmbito da biologia, e sobre a ecolalia (repetições de palavras ou frases ditas por outra pessoa) na clínica psicanalítica do autismo e seus impactos na constituição do sujeito, no âmbito da psicanálise. As principais plataformas de pesquisas bibliográficas utilizadas, no estudo do processamento orgânico do som, serão: a Web of Science e a NCBI. E os autores estudados, em relação à função da ecolalia, serão: Tustin, Winnicott, Safra, Jerusalinsky, Pires entre outros. (AU)