Busca avançada
Ano de início
Entree

Cádmio e os processos fisiológicos de reprodução e muda em Callinectes danae: comparação entre um contínuo de ambientes com diferentes níveis de poluição

Processo: 17/12439-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 30 de setembro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia Geral
Pesquisador responsável:Renata Guimarães Moreira Whitton
Beneficiário:Priscila Ortega
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/16320-7 - Impactos das mudanças climáticas e ambientais sobre a fauna: uma abordagem integrativa, AP.PFPMCG.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):18/11639-6 - Interação entre cádmio e a fisiologia reprodutiva em Callinectes danae de ambientes com diferentes níveis de poluição, BE.EP.PD
Assunto(s):Ecotoxicologia   Reprodução   Contaminação   Cádmio

Resumo

Os ecossistemas aquáticos, nos últimos tempos, têm sido alterados devido às ações antrópicas. Metais tóxicos, como cádmio (Cd), são lançados no ambiente como resultado de processos de mineração e de indústrias, como as de tinturas. Esses metais podem influenciar negativamente a vida aquática, principalmente a fisiologia dos animais, alterando seu ciclo reprodutivo, assim como a maturação dos órgãos reprodutores e a liberação/inibição de hormônios relacionados à reprodução e muda em crustáceos. Considerando-se esta problemática do efeito dos metais na fisiologia reprodutiva, o objetivo deste projeto é avaliar de maneira global a influência do Cd nos processos de reprodução e muda em Callinectes danae, comparando animais provenientes de regiões com diferentes níveis de poluição e exposição. Órgãos relacionados ao ciclo reprodutivo (p. ex., órgão X, glândula do seio e gônadas), assim como ao processo da muda, serão avaliados quanto às alterações morfológicas e fisiológicas induzidas pelo contaminante; os níveis hormonais serão medidos, dentre eles a melatonina, relacionando esse hormônio ao ciclo reprodutivo. Espera-se obter respostas quanto à relação entre o Cd e as variáveis morfofisiológicas envolvidas na reprodução e muda, assim como avaliar como os ambientes tipicamente contaminados podem interferir expressivamente no processo reprodutivo do animal de maneira direta.