Busca avançada
Ano de início
Entree

Produção e caracterização de micropartículas de aerogel de alginato e inulina aplicando tecnologia supercrítica

Processo: 17/18883-7
Linha de fomento:Bolsas no Exterior - Estágio de Pesquisa - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 13 de novembro de 2017
Vigência (Término): 12 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Engenharia de Alimentos
Pesquisador responsável:Julian Martínez
Beneficiário:Juliane Viganó
Supervisor no Exterior: Irina Smirnova
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia de Alimentos (FEA). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Local de pesquisa : Technische Universität Hamburg-Harburg (TUHH), Alemanha  
Vinculado à bolsa:16/02007-0 - Aplicação de tecnologia supercrítica para obtenção de partículas de aerogel carreadoras de extrato fenólico do bagaço de maracujá amarelo, BP.PD
Assunto(s):Aerogel   Inulina   Micropartículas   Alginatos

Resumo

A crescente demanda por produtos oriundos de processos considerados verdes tem levado ao desenvolvimento de produtos que ao mesmo tempo atendem as necessidades nutritivas dos consumidores e são desenvolvidos por técnicas ambientalmente corretas. Atualmente, a aplicação de estruturas nanoporosas nas áreas de alimentação/nutrição e farmacêutica está recebendo crescente atenção. As micropartículas de aerogel utilizados como carreadores podem proteger os compostos alvo dos danos causados por valores extremos de pH, oxigênio e luz, são exemplos desses produtos e podem promover a liberação controlada do composto alvo. Os Aerogeis possuem características únicas que proporcionam várias vantagens para carrear compostos alvo. Os processos de produção como aqueles que utilizam fluidos supercríticos são conhecidos tecnologias verdes porque não usam solventes tóxicos e podem secar o gel sem danos à rede tridimensional formada durante a gelificação. O presente projeto de pesquisa tem como objetivo obter micropartículas de aerogel com base em alginato/inulina por secagem supercrítica de CO2 e realizar sua caracterização. O projeto é dividido em cinco etapas: i) caracterização de monólitos de aerogel com base em alginato/inulina; ii) produção de micropartículas de hidrogel com base em método de alginato/inulina por emulsão; iii) obtenção de micropartículas de aerogel com base em alginato/inulina através de secagem supercrítica; iv) análise das micropartículas de algigato/inulina em relação ao tamanho da distribuição, área específica da superfície, tamanho do poro, volume dos poros, porosidade e densidade. Espera-se a produção de micropartículas esféricas de aerogel, com alta porosidade, alta área de superfície específica e baixa densidade aparente, bem como se espera que a tecnologia supercrítica produza partículas de aerogel sem afetar as características estruturais das partículas.