Busca avançada
Ano de início
Entree

A arte do rodeio: uma etnografia da festa do Peão Boiadeiro de Barretos

Processo: 17/07087-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2017
Vigência (Término): 05 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Antropologia Rural
Pesquisador responsável:Nashieli Cecilia Rangel Loera
Beneficiário:Carlos Eduardo Machado
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil

Resumo

"Arte do rodeio" é uma expressão utilizada pelos participantes da Festa do Peão Boiadeiro de Barretos para referir tanto à grandiosidade e prestígio do evento, quanto à atmosfera e experimentações festivas que tomam a cidade nos dias de sua realização. A festa é experimentada pelos interlocutores como "magia", "paixão", "farra", "fervo", "esquentas", espaços da cidade são ocupados e formas de lazer configuradas em torno do "rural" produzem sentidos sobre esse universo. Estima-se que, em 2016, cerca de um milhão de pessoas tenham passado por Barretos durante a festa. De maneira geral, tem-se notado nos últimos anos um aumento significativo em torno da valorização das festas rurais, festas do peão ou de rodeio, feiras agrícolas, circuitos de exposições agropecuárias, entre outras formas e buscar por lazer e turismo que envolve o "mundo rural". As festas de rodeio, em especial, são prestigiadas pelas montarias em touros, onde peões e cowboys demonstram suas habilidades. Apesar disso, recentemente no Brasil, reacendeu a discussão sobre o valor cultural das práticas esportivas e manifestações culturais com animais, implicando diretamente nos significados dessa "arte dos rodeios". O objetivo desta pesquisa é compreender os sentidos dessa "arte" e o universo de festa que envolve o mundo dos rodeios, para isto, busca-se sob um enfoque etnográfico analisar a Festa do Peão de Barretos, considerando os múltiplos agentes, acontecimentos, situações, relações, práticas, imaginários, representações e categorias que configuram esse mundo social.